O presidente da Federação Regional do Oeste (FRO) do Partido Socialista vai recandidatar-se ao cargo, sendo o único candidato à liderança desta estrutura partidária, disse esta sexta-feira o próprio.

O também presidente da câmara de Torres Vedras, Carlos Bernardes, disse à agência Lusa que foi o único a apresentar candidatura a presidente da FRO, cujo prazo terminou na quinta-feira.

Para os próximos dois anos de mandato, o socialista espera “voltar a mobilizar o Oeste”, como se propôs no primeiro mandato 2018-2020, para afirmar e construir um território sustentável.

Na saúde, o autarca tem como prioridades para a região a defesa dos cuidados primários de saúde, para que todos os habitantes tenham médico de família, melhorias na unidade de Torres Vedras do Centro Hospitalar do Oeste e a construção de um novo hospital para a região.

Na área das infraestruturas, a requalificação da estrada nacional EN8-2 (Torres Vedras/Lourinhã), a construção do IC11, a modernização da Linha Ferroviária do Oeste e a realização de estudos para criar um ramal da Linha do Oeste entre Malveira-Loures-Gare do Oriente (Lisboa) são investimentos pelos quais se propõe lutar. “É fundamental para melhorar a mobilidade entre o Oeste e Lisboa”, sublinhou.

A construção de centros escolares, a instalação de um Observatório de Combate às Alterações Climáticas nas antigas instalações da Força Aérea na serra do Montejunto e a atração de turistas através do enoturismo e do património associado às Linhas de Torres são outros projetos que defende para a região.

As eleições na FRO realizam-se a 13 de março e o Congresso a 4 de abril, no Cadaval.

Em 2018, Carlos Bernardes sucedeu no cargo a Nuno Inácio, deputado do PS na Assembleia Municipal de Alenquer.

A FRO integra as concelhias de Alenquer, Cadaval, Lourinhã, Sobral de Monte Agraço e Torres Vedras, no distrito de Lisboa.