A Semana Digital do Governo vai arrancar esta segunda-feira com a inauguração das novas instalações da Startup Portugal no Ministério da Economia, onde serão também apresentadas novas medidas de apoio ao empreendedorismo de base tecnológica, sabe o Observador.

Entre as novas iniciativas, estará pelo menos um programa de identidade digital (que já estava prevista no Orçamento do Estado para 2020) e a atualização do Startup Hub, a base de dados lançada em julho, que compila toda a informação disponível sobre o ecossistema de empreendedorismo português. É nesta plataforma que se encontram dados sobre startups, investidores, fundos de capital de risco, incubadoras e aceleradoras.

O objetivo do Ministério da Economia, liderado por Pedro Siza Vieira, é que o Startup Hub funcione como uma plataforma que centraliza e agrega toda a informação. É lá que estarão listadas as vantagens disponíveis para as startups que se registarem, apurou o Observador. Estas vantagens nascem de parcerias que o Governo estabeleceu com várias empresas.

A Amazon Web Services (AWS), por exemplo, vai permitir às startups terem 5.000 euros em créditos AWS e apoio ao negócio no valor de 1.500 euros. Já a portuguesa Aptoide disponibilizará 50 euros em publicidade para programadores registados na sua loja.

A Revolut vai permitir aceder ao serviço Revolut for Business, mediante o carregamento de 50 euros, incluindo dois meses de acesso gratuito, transferências internacionais sem custos e ferramentas de gestão de contas. Já a Ernst & Young vai permitir 50 acessos gratuitos à plataforma EY Finance Navigator Bizay e a portuguesa 360imprimir vai oferecer 250 cartões de visita Premium.

A InvoiceExpress vai disponibilizar, durante um ano, o Plano XS do seu software de faturação e a ShopKit vai disponibilizar um pacote completo de digitalização de negócio por 322 euros. O Observador sabe também que a esta atualização vai envolver a assinatura de um protocolo entre a Startup Portugal, a Autoridade Tributária, a AMA – Agência para a Modernização Administrativa e o Gabinete de Estudos e Estratégia do Ministério da Economia e Transição Digital.

De 2 a 6 de março, os dias dividem-se por temas. Depois do evento de segunda-feira, a Alfândega do Porto recebe o Fórum INCoDe.2030 no Dia das Competências Digitais. Na quarta, há uma visita ao CEiiA (Centro de Engenharia e Desenvolvimento de Produto), ao INESC-TEC ( Instituto de Engenharia de Sistemas e Computadores, Tecnologia e Ciência) e à Faculdade de Engenharia da Universidade do Porto, num dia que é dedicado à investigação ao serviço da economia.

Na quinta-feira, vai ser apresentado o Plano de Transição Digital, na Fundação Champalimaud, e na sexta-feira, em Castelo Branco, os TechHubs vão estar ao serviço da coesão territorial. A cerimónia de segunda-feira vai ser presidida pelo ministro de Estado, da Economia e da Transição Digital, Pedro Siza Vieira, contando também com outros membros do Governo.