A um maior número de cilindros corresponde habitualmente mais peso, da mesma forma que um motor mais desportivo e, logo, mais potente pesa tradicionalmente mais, seja por possuir turbocompressores ou outros sistemas destinados a incrementar o ar admitido. Mas esta relação potência/peso, que sempre existiu, está prestes a ser posta em causa por um motor com somente 10 kg, do qual é possível esperar a módica quantia de 300 cv.

Este aparente milagre tecnológico só é possível por estarmos perante um motor eléctrico, para cúmulo de um novo tipo, concebido pelos britânicos da Equipmake, exímios na miniaturização das mecânicas alimentadas por energia eléctrica. E as vantagens não se ficam por aqui, pois enquanto um sofisticado motor de quatro cilindros sobrealimentado, capaz de fornecer 300 cv, pode atingir 150 kg, ou 250 kg se associado à caixa de velocidades de que necessita para funcionar, o novo motor eléctrico da Equipmake fica-se pelos 10 kg, dado não necessitar de caixa de velocidades (apenas dois carretos a funcionar como redutoras).

Os técnicos britânicos concentraram-se em conceber um novo tipo de motor, denominado Ampere, capaz de entregar mais potência, mas consumindo um mínimo de energia no processo. Para tal, desenvolveram magnetos refrigerados de forma mais eficiente e miniaturizaram todo o processo, recorrendo à impressão 3D, criando um motor menos volumoso e mais leve, com cerca de 30 cv/kg.

O reduzido peso e volume deste motor faz igualmente maravilhas aos custos, bem como à capacidade de ser instalado em veículos mais pequenos ou, quando montado em automóveis de maiores dimensões, permite deixar mais espaço livre para arrumar bagagens e objectos.

Além de muito interessante para veículos de quatro rodas, sejam eles automóveis eléctricos ou híbridos plug-in, o motor Ampere serve ainda para outro tipo de veículos. Recorda a Equipmake que a média da indústria automóvel aponta para um rendimento próximo dos 7 cv/kg, ou seja 70 cv com 10 kg, bem inferior pois aos 300 cv/10 kg do Ampere.

A Equipmake já tem no mercado um outro tipo de motor eléctrico, o APM 125, que fornece 170 cv com apenas 14 kg, ou seja, com 12 cv/kg. Resta saber quando o novo motor começará a ser fabricado em série, sabendo-se que a Equipmake tem alguma proximidade com o grupo britânico Jaguar Land Rover e a Ariel, o fabricante inglês de pequenos desportivos.