Tem acesso livre a todos os artigos do Observador por ser nosso assinante.

A revista Panenka destacava na semana passada os 56 grandes momentos da Bundesliga, o primeiro campeonato mais mediático a regressar na Europa – e que acaba por ser também uma espécie de guia para todos os outros que se vão preparando, Portugal incluído. Nessa reportagem eram destacados vários clubes que outrora chegaram a ser campeões mas que foram atropelados pelo crescimento de potências nacionais que retiraram espaço a quem ficou apenas como o dono do seu tempo. O Rot-Weiss Essen, que se encontra agora na quarta divisão do país, é exemplo paradigmático disso mesmo. Mas se existe algo que não tem escalão nem preço é a criatividade. E aí há vários títulos que podem ser atribuídos, qualquer que seja o nome, o peso ou o patamar do clube em causa.

Este artigo é exclusivo para os nossos assinantes: assine agora e beneficie de leitura ilimitada e outras vantagens. Caso já seja assinante inicie aqui a sua sessão. Se pensa que esta mensagem está em erro, contacte o nosso apoio a cliente.