A Polícia Marítima de Setúbal intercetou durante a noite uma embarcação com excesso de lotação durante uma operação de fiscalização nas praias da Arrábida e dispersou um grupo de jovens que estavam na praia do Creiro, foi este sábado anunciado.

Nesta ação, foram detetados dois grupos de jovens, na zona já com vegetação na praia do Creiro (Portinho da Arrábida), ambos com fogueiras, em convívio, que acabaram por ser sensibilizados para o cumprimento das regras definidas pela Direção-Geral da Saúde e para os riscos associados à presença junto a arribas perigosas, agravado pela fogueira numa zona próxima de floresta.

Os jovens acataram as orientações das autoridades e abandonaram o local.

Na mesma operação, já na zona do rio Sado, foi detetada uma pequena embarcação que fazia a viagem entre Setúbal e a marina de Tróia com 11 pessoas a bordo, superando a lotação máxima permitida e o número de coletes a bordo, o que deu origem a um auto de contraordenação.

A Polícia Marítima insiste, no comunicado, para a situação de calamidade em vigor na Área Metropolitana de Lisboa, não sendo permitido aglomerados de pessoas em número superior a dez, bem como que a presença nas praias durante o período noturno, próximo de arribas instáveis.