Os juros da dívida portuguesa estavam nesta quinta-feira a subir a dois e a dez anos e a descer a cinco anos, face a quarta-feira.

Cerca das 9h30 em Lisboa, os juros a dez anos subiam para 0,431%, contra 0,424% na quarta-feira, depois de terem subido até 1,441% a 18 de março, um máximo desde março de 2019, e descido até ao atual mínimo de sempre, de 0,065%, a 15 de agosto de 2019.

No prazo de cinco anos, os juros desciam para -0,089%, contra -0,088% no dia anterior, 0,916% a 18 de março, um máximo desde junho de 2018, e o mínimo de sempre, de -0,374%, a 26 de agosto de 2019.

Os juros a dois anos, por seu turno, subiam para -0,442%, contra -0,433% na quarta-feira, 0,258% em 18 de março, um máximo desde pelo menos junho de 2018, e o atual mínimo de sempre, de -0,684%, a 4 de setembro.

Juros da dívida soberana em Portugal, Grécia, Irlanda, Itália e Espanha às 9h30:

2 anos…5 anos…10 anos

Portugal

16/07…..-0,442….-0,089……0,431

15/07…..-0,443….-0,088……0,424

Grécia

16/07…….n.disp…0,611……1,269

15/07…….n.disp…0,617……1,273

Irlanda

16/07……-0,541…-0,402…..-0,026

15/07……-0,549…-0,410……0,028

Itália

16/07…….0,087….0,710……1,217

15/07…….0,078….0,688……1,199

Espanha

16/07……-0,397…-0,175…..0,423

15/07……-0,397…-0,182…..0,418

Fonte: Bloomberg Valores de “bid” (juros exigidos pelos investidores para comprarem dívida) que compara com fecho da última sessão.