O look do Google Maps, o software de mapas mais utilizado em todo o mundo, está a mudar. Em comunicado, a Google revela que implementou um novo algoritmo que mostra com maior definição os 220 países e territórios na aplicação.

“O Google Maps possui imagens de satélite de alta definição para mais de 98% da população mundial”, explica a empresa. “Com uma nova técnica algorítmica de mapeamento de cores, a Google trabalha estas imagens de forma a torná-las num mapa ainda mais abrangente e vibrante de uma área numa escala global”, adianta.

15 anos depois, Google Maps muda e avisa quando há carruagens só para mulheres (em alguns países)

Por outras palavras, os utilizadores do Google Maps vão passar a distinguir com maior facilidade no software “praias áridas e desertas de lagos, rios, oceanos e ravinas azuis”. Esta diferença é possível perceber melhor na imagem acima (à direita está a nova imagem da Islândia atualizada).

Além disto, a empresa melhorou também os mapas de ruas em cidades como Nova Iorque, São Francisco e Londres, indo mostrar nos próximos meses com maior detalhe “calçadas e faixas para peões”.

PUB • CONTINUE A LER A SEGUIR

Estas atualizações vão permitir que o utilizador não tenha de utilizar com tanta frequência a vista de satélite, que pode, por vezes, também ser confusa. Com o layout base do Google Maps, a empresa pretende apresentar informação mais fiável para ajudar os utilizadores a chegarem onde querem.

O Google Maps foi lançado há 15 anos, a 8 de fevereiro de 2005. Em 2019, a empresa adicionou à app do Google Maps o modo incógnito, uma opção para navegar na Internet sem guardar o histórico, inicialmente lançada para o browser Chrome e também disponível para o YouTube.