A Dacia propõe entre nós dos veículos mais acessíveis do mercado. Mas os clientes estão cada vez mais exigentes, mesmo quando compram um produto mais barato, o que levou este fabricante do Grupo Renault a elevar a fasquia. A prova está nos novos Logan, Sandero e Sandero Stepway que, à primeira vista, surgem mais rebuscados do que habitual e com pormenores tradicionalmente só disponíveis em modelos mais onerosos.

Os actuais Sandero são propostos por valores a partir de 8500€, com o Logan – essencialmente um Sandero com carroçaria de três volumes e quatro portas – a exigir mais cerca de 2000€, enquanto o Sandero Stepway, o crossover da família, arranca nos 11.990€. E, segundo o fabricante romeno, esta que é a terceira geração dos modelos irá continuar a praticar “preços imbatíveis”. Tudo para manter o estatuto que alcançou, que consiste em ser a marca que mais vende a clientes particulares na Europa.

Continuando a ser simples e fiáveis, os três novos Dacia assumem linhas mais fluídas, fruto do pára-brisas mais inclinado e o tejadilho mais baixo, a que junta vias mais largas para melhorar o comportamento, que lhes conferem ainda um aspecto mais dinâmico.

Um dos pormenores que chama mais a atenção são as novas grelhas e os grupos ópticos, com estes a exibirem um design mais agradável e moderno, facilmente identificados por apresentar a nova assinatura luminosa da marca, em forma de “Y” horizontal. Os farolins posteriores usufruem do mesmo tipo de tratamento, contribuindo para reforçar a sensação de estarmos perante um veículo mais largo e baixo, embora a versão Stepway mantenha a mesma distância ao solo. Mais pormenores só a 29 deste mês.