Gérald Marie está a ser investigado após denúncias de “violação e agressão sexual”. A ex-mulher, Linda Evangelista, elogiou a “força e coragem” das mulheres que o acusaram.

Em entrevista ao The Guardian, a super-modelo, que esteve casada com Gérald Marie entre 1987 e 1993, afirma que “não sabia nada” sobre os abusos e que, por isso, não conseguiu ajudar as vítimas, reiterando que, com base nas suas experiências, acredita que estão a falar a verdade.

Ouvindo-as agora [às vítimas] e, com base nas minhas próprias experiências, acredito que estão a dizer a verdade. Quebra-me o coração porque são feridas que podem nunca sarar, e admiro a sua força e coragem por falarem”, disse.

Gérald Marie, antigo diretor da agência Elite Models na Europa, está a ser investigado pelas autoridades francesas por suspeitas de violação e agressão sexual, inclusivamente de uma menor. As denúncias partiram de uma ex-jornalista da BBC e de três modelos da Elite Models.

De acordo com o The Guardian, as quatro denúncias “encorajaram” outras cinco mulheres a acusar Marie de violação e agressão sexual, entre as quais as ex-modelos Wendy Walsh, Ann Maguire e EJ Moran.

O ex-diretor da agência que já representou algumas das melhores modelos do mundo contestou “firmemente” as acusações. Segundo os seus advogados, pretende contribuir para que se alcance a verdade “no âmbito da investigação criminal aberta”.