Depois da tempestade, a bonança: pouco tempo depois de ter estado envolvido de forma involuntária numa novela onde era patrocinado por um narcotraficante espanhol sem saber, José de Sousa teve esta terça-feira o seu dia de glória, tornando-se o primeiro estreante de sempre a conquistar o Grand Slam de dardos, uma das principais competições do ano da modalidade e que, como tal, merece honras de transmissão televisiva.

José de Sousa, o campeão de dardos português que acabou patrocinado por um narcotraficante espanhol

Apesar de ter consentido uma derrota na fase de grupos da prova da PDC (Professional Darts Corporation) à qual só acedem os melhores do mundo frente ao inglês Michael Smith (5-2), José de Sousa venceu o polaco Krzysztof Ratajski (5-4) e a inglesa Lisa Ashton (5-1), passando à fase a eliminar. Aí, o português começou por afastar o inglês Dave Chisnall (10-7), “vingou” a derrota contra Michael Smith (16-14), derrotou por 16-12 o australiano Simon Whitloch, que tinha ultrapassado o número 1 do mundo, o holandês Michael van Gerwen, e acabou a ganhar também ao inglês James Wade por 16-12, conquistando assim a competição disputada em Coventry.

Falta de WiFi, filhos pequenos e teletrabalho: como três dos dez melhores jogadores de dardos desistiram de um torneio

Esta foi a primeira grande vitória de José de Sousa, natural da Azambuja mas a viver na cidade espanhola de Tarragona, em competições internacionais, depois de ter atingido os oitavos do European Championship que foi disputado há três semanas em Oberhausen, onde perdeu com o galês Jonny Clayton. E, com este triunfo, o jogador português conseguiu arrecadar um prémio de 125.000 libras, pouco mais do que 140.000 euros.

“Foi uma grande diferença na minha vida. Há cinco anos estava sentado no sofá a ver estes jogadores na televisão e a desejar um dia poder chegar aqui e jogar com eles. E olhem para mim! Ganhei o Grand Slam! Um sonho tornado realidade. É fantástico”, disse José de Sousa, ou o “Special One português”, em declarações à PDC, citado pela Lusa. Com o triunfo, o jogador vai também subir ao 15.º lugar do ranking do Order of Merit, sendo o quinto na ProTour Order of Merit.