A mudança na tendência de desenvolvimento do mercado internacional de infraestruturas no período pós-Covid-19 vai estar em foco no 11.º Fórum Internacional sobre o Investimento e Construção de Infraestruturas, em Macau, foi esta segunda-feira anunciado.

Várias ações, online e offline, vão decorrer entre quarta e quinta-feira, durante o fórum, subordinado ao tema “Enfrentar os desafios em conjunto e promover o desenvolvimento das infraestruturas a nível global”, para debater desafios e oportunidades que as diferentes formas de cooperação em desenvolvimento de infraestruturas enfrentam, assim como as políticas de promoção do desenvolvimento global sustentável de infraestruturas, destacou a organização em conferência de imprensa.

Para aproveitar as funções de Macau enquanto plataforma sino-lusófona, vai realizar-se o 6.º Fórum para a Cooperação em Infraestruturas entre a China e a a América Latina, organizado pelo Ministério do Comércio chinês, indicou.

Os responsáveis da Associação dos Construtores Civis Internacionais da China e o Instituto de Promoção do Comércio e do Investimento em Macau (IPIM), Fang Qiuchen e Lau Wai Meng, respetivamente, destacaram ainda o lançamento do Índice do Desenvolvimento de Infraestruturas dos Países Abrangidos pela Iniciativa Faixa e Rota (2020) e o Relatório da Análise do Índice do Desenvolvimento de Infraestruturas dos Países Abrangidos pela Iniciativa Faixa e Rota (2020).