Ser mais amigo do ambiente e não só: a mobilidade do futuro compreende diferentes objetivos e envolve mais áreas do que se possa antecipar. É preciso ir mais longe — para lá das zero emissões de dióxido de carbono (CO2). O conceito Beyond Zero, da Toyota, aplica essa vontade, colocando a marca, uma vez mais, na linha da frente da nova mobilidade. As baixas emissões não são a meta: são mais um passo da jornada no caminho de uma maior sustentabilidade, eficiência e, também, da construção de uma sociedade melhor.

“O conceito Beyond Zero nasce, tal como o nome indica, da vontade de ir além do zero e salienta que zero emissões não é o destino da marca; é simplesmente mais um passo na jornada da eletrificação da Toyota”, declara Ricardo Amaral, diretor de marketing da Toyota. “É o desafio de ultrapassar obstáculos e construir um futuro melhor para todos: além das emissões, além das restrições, além das expectativas e além das barreiras”, realça.

A eletrificação automóvel está enraizada na história da Toyota que, em 1997, começou com o Prius e a produção em série de veículos híbridos, e continua com os híbridos plug-in, com os elétricos a bateria e elétricos a hidrogénio.

Viajar sem emissões

Mostrar Esconder

PUB • CONTINUE A LER A SEGUIR

  • Nos híbridos de 4.ª geração da Toyota, pode viajar sem emissões até 70% do tempo de condução em cidade, sem precisar de recarregar;
  • RAV4 híbrido plug-in proporciona, com um carregamento, uma condução com zero emissões e totalmente elétrica até 75 km;
  • A nova geração de elétricos a bateria de zero emissões possibilita um recarregamento rápido, assim como uma mistura de potência, alcance e fiabilidade;
  • Com uma autonomia de 650 km e de rápido reabastecimento, o Mirai, é um elétrico a hidrogénio, inclui uma pilha de combustível com um desempenho limpo, potente e sem emissões além de água.

Mas porquê parar no zero quando se pode ir mais além? É este o mote da Toyota, em jeito de desafio, que preconiza um futuro tão brilhante quanto possível sobre quatro rodas. Uma realidade pensada de forma estruturada, focada, por exemplo, na tecnologia para uma maior segurança e na maior rentabilidade de energia. Ao combinar as novas estratégias de mobilidade com uma gestão mais eficiente do consumo automóvel, a Toyota contribui para uma redução significativa da poluição e também do número de acidentes na estrada.

“A Toyota oferece várias soluções de mobilidade com a tecnologia certa, no local certo, na hora certa; no entanto, sempre antecipou o mercado e avançou com a comercialização de novas soluções inovadoras e que para muitos clientes no momento de lançamento estão muito à frente do seu tempo”, considera Ricardo Amaral. O diretor de marketing destaca o Prius, “um reconhecido caso de sucesso”, e o Mirai, “o primeiro sedan a pilha de combustível (fuel cell) a hidrogénio de produção em série”.

Infografia: Carlos Rocha

Falar de futuro é falar do Mirai, cujo nome em japonês significa, precisamente, “futuro”. E a aposta da Toyota revoluciona, mais uma vez, o modo como entendemos a mobilidade. “Cada condutor do Mirai vai limpando o ar enquanto conduz, através de sofisticados filtros que capturam partículas nocivas, aquando da admissão de ar para a pilha de combustível”, recorda o responsável de marketing da Toyota, acrescentando que “o Mirai é um elétrico a hidrogénio com 650 km de autonomia (WLTP) que é abastecido em menos de 5 minutos”.

A Toyota quer ir Beyond Zero, mas não vai sozinha. O condutor continua a ser a figura central da nova condução, pelo que a qualidade e fiabilidade automóvel não é indissociável de serviços inovadores que respondam às suas necessidades. Seja para uma deslocação mais estável e cómoda, seja num contributo ativo e significativo na redução da sinistralidade. “Pretendemos reduzir o impacto dos nossos produtos e operações no meio ambiente e contribuir para uma sociedade melhor”, avança Ricardo Amaral, evidenciando que “ir além de zero significa proporcionar experiências mais seguras e mais divertidas”. “A mobilidade das pessoas vai sofrer alterações substanciais nos próximos anos; esta iniciativa ajuda a definir o caminho que devemos seguir”, frisa Ricardo Amaral.

Tecnologia ao serviço do condutor

Mostrar Esconder
  • Conceito LQ: a inteligência artificial “Yui”, a bordo do Toyota LQ, permite uma experiência de condução personalizada. O veículo recorre a tecnologia avançada para criar uma ligação emocional entre carro e condutor;
  • Toyota Safety Sense: composto por tecnologias de segurança desenvolvidas para prevenir acidentes, inclui ferramentas, como sistema de pré-colisão, aviso de saída da faixa de rodagem e reconhecimento de sinais de trânsito;
  • i-ROAD: totalmente elétrico, este transporte com tecnologia Active Lean conjuga a agilidade de um motociclo com a segurança de um carro;
  • Aplicação MyT: com uma ligação entre smartphone e automóvel, há um conjunto de aplicações que facilitam o seu controlo, como por exemplo o Hybrid Coaching e o Encontrar o Meu Toyota.

Responder às necessidades de todos aqueles que procuram movimentar-se implica não deixar ninguém para trás.

O elétrico Concept-i RIDE é acessível a cadeira de rodas, sendo possível controlá-lo apenas com recurso a um joystick; o Walking Area BEV, a bateria, permite que se mova mais facilmente pela cidade no último quilómetro do seu trajeto — sentado, em pé ou em cadeira de rodas; o APM (Accessible People Mover) visa ajudar os participantes com necessidades especiais a mover-se nos eventos de Tóquio 2021. A Toyota é, aliás, Parceiro Mundial de Mobilidade dos Jogos Olímpicos e Paraolímpicos.

Mais um passo em frente no Desafio Ambiental 2050

O conceito Beyond Zero enquadra-se no Desafio Ambiental 2050 da Toyota, anunciado há cerca de seis anos. O Desafio passa por contribuir, de forma ativa e interventiva, para cumprir uma série de objetivos relacionados com a sustentabilidade e o “desenvolvimento de novos produtos e tecnologias, e o papel como um facilitador para pessoas e comunidades para aprender e melhorar o contexto e o ambiente natural à nossa volta”, indica o diretor de marketing.

Trata-se de seis desafios:

  1. Novas viaturas com zero emissões CO2;
  2. Ciclo de vida do produto com zero emissões;
  3. Zero emissões de CO2 nas fábricas;
  4. Minimizar e otimizar a utilização de água;
  5. Estabelecer um Sistema de Reciclagem;
  6. Contribuir para uma sociedade futura em harmonia com a Natureza.

Ir além do zero, fora da estrada

Mostrar Esconder

A mentalidade Beyond Zero não se resume à mobilidade; funcionando também como um desafio que se quer alastrar à sociedade. Em termos ambientais, é importante optar por um automóvel com energias menos poluentes, mas é possível ir ainda mais longe, no dia a dia. Indicamos alguns exemplos de como a aplicação do hidrogénio não se limita aos carros pessoais.

  • Transportes públicos: A CaetanoBus, a maior fabricante de carroçarias e autocarros em Portugal, tem a primeira frota europeia de autocarros com pilha de combustível. O vapor de água é a única emissão destes veículos com tecnologia de hidrogénio da Toyota;
  • Cidades: Na base de Monte Fuji, no Japão, há uma cidade protótipo totalmente conectada. A Woven City é alimentada, na integra, por hidrogénio com pilhas de combustível da Toyota;
  • Negócios móveis: A aposta no e-Palette traduz uma perspetiva que alia o futuro à comodidade. Esta cápsula, com zero emissões e personalizável, proporciona uma resposta à medida das necessidades de cliente, seja veículo para quartos de hotel, experiências de retalho ou partilha de viagens;
  • Substituir os combustíveis fósseis: um sonho cada vez mais real. O hidrogénio é um substituto sustentável que pode funcionar e enquadrar-se a diversos campos da nossa vida. Seja no abastecimento de camiões ou navios, seja no aquecimento de casas mais inteligentes e amigas do ambiente, entre outros.

Outros projetos no horizonte da Toyota

A Toyota prepara-se para lançar, ainda este ano (2021), três novos SUV, cimentando a aposta em modelos full-hybrid em novos segmentos. O novo Highlander, full-hybrid, trata-se do maior SUV da gama, acima do RAV4, e tem sete lugares; é o topo de gama dos SUV híbridos da Toyota e tem conforto para toda a família. Já o Yaris Cross surge no segmento B-SUV (segmento dos crossovers urbanos), e estará disponível, no último trimestre do ano, com a motorização full-hydrid.

O trio fica composto com o lançamento do RAV4 plug-in, que se destaca sobretudo pela “dinâmica, refinamento, conforto e autonomia em modo elétrico com mais de 70 km em modo elétrico e 98 km em cidade (em ciclo WLTP)”, aponta Ricardo Amaral.

Entretanto, a Toyota vai também lançar a 2.ª geração Mirai, recentemente apresentada à imprensa, bem como a Proace EV e Proace Verso EV. Todos os modelos têm lançamento previsto no final de 2021. Este ano, anunciou, para 2022, o bZ4x, o primeiro da família de modelos Elétricos a bateria bZ -“Beyond Zero”.