O vulcão Sinabung, um dos mais ativos da ilha indonésia de Sumatra, entrou em erupção esta quarta-feira, um episódio que tem sido comum desde que, em 2010, uma erupção pôs fim aos vários séculos de inatividade. O fumo atingiu uma altura de 4,5 quilómetros, disse à AFP o diretor do posto de monitorização do Sinabung, Armen Putra. Não há feridos a registar.

As imagens que estão a ser divulgadas nas redes sociais mostram uma espessa coluna de fumo negro a sair da cratera. As autoridades não deram ordens de retirada da população na região já que o fumo e as cinzas não chegaram às cidades mais próximas. Também não foram suspensos voos. Ainda assim, a população foi aconselhada a manter-se a menos de cinco quilómetros da cratera.

O Sinabung tem 2.460 metros de altura. Esteve adormecido durante vários séculos, até 2010, altura em que uma erupção matou duas pessoas. Em 2013, voltou a entrar em erupção e, em 2014, fez 16 mortos. Três anos depois, fez mais sete vítimas mortais.

PUB • CONTINUE A LER A SEGUIR

Em agosto de 2020, o mesmo vulcão, um dos mais ativos da ilha indonésia de Sumatra, já tinha passado por uma situação semelhante, ao expelir fumo e cinzas a uma altura de cinco quilómetros. Mais recentemente, a última erupção foi em maio deste ano. Nos últimos anos, o Sinabung obrigou cerca de 30.000 pessoas a abandonarem as casas.