Índice

    Índice

Tem acesso livre a todos os artigos do Observador por ser nosso assinante.

You found the right room for the Web Summit!” O anúncio que Luzia Pereira colocou no Airbnb, em inglês, é claro: o quarto que disponibiliza em Moscavide, a dois minutos de metro da estação do Oriente e a dez minutos a pé da Altice Arena, que vai receber a Web Summit entre 5 e 8 de novembro, é, segundo ela, a proposta “certa” para quem chega de fora. Nas últimas semanas, Luzia e a mãe, que é responsável pelo espaço, têm recebido mensagens dos quatro cantos do mundo a pedir mais informações sobre os dois quartos que decidiram disponibilizar. “O primeiro foi logo arrendado passado uma semana e meia depois de colocar o anúncio”, conta ao Observador.

Apesar de arrendar um dos quartos no Airbnb durante todo o ano, quando há eventos de maior dimensão que se realizam perto da casa, Luzia cria um anúncio específico. Começou a fazer este tipo de reservas no ano passado e “correu tudo muito bem”. Fez o mesmo na Eurovisão, em maio, e volta agora para a Web Summit. Desta vez, disponibilizou dois quartos e arrendou-os a um preço mais alto (75 e 90 euros) do que costuma cobrar em épocas com menor procura, contou ao Observador.

Este artigo é exclusivo para os nossos assinantes: assine agora e beneficie de leitura ilimitada e outras vantagens. Caso já seja assinante inicie aqui a sua sessão. Se pensa que esta mensagem está em erro, contacte o nosso apoio a cliente.