Greta Thunberg tem sido alvo de uma campanha de desinformação a nível mundial e as redes sociais em Portugal não foram exceção. No início de dezembro a ativista passou por Portugal a caminho da cimeira climática e voltaram a surgir artigos com informações falsas sobre a jovem sueca. O site “Factos desconhecidos em Portugal” produziu um artigo partilhado centenas de vezes no Facebook em que denuncia que a “fantoche climática Greta Thunberg é controlada por George Soros”. Nesse texto, o autor apresenta várias informações erradas ou pouco fundamentadas. Este é apenas um caso das dezenas de publicações falsas sobre a alegada ligação de Greta a Soros, que incluem fotografias manipuladas ou, por exemplo, a falsa informação de que Soros é avô da jovem ativista.

Imagem do site “Factos desconhecidos em Portugal”

A fotografia que acompanha o artigo do site “Factos Desconhecidos em Portugal” coloca Luisa-Marie Neubauer em destaque, com recurso a círculos vermelhos. Já no texto — escrito em Português do Brasil, embora o nome da página remeta para Portugal — é destacado que Greta nunca está “sem a sua treinadora”. O artigo refere que Luisa-Marie Neubauer é “a embaixadora da jovem de uma organização internacional de lobby e campanha conhecida como ‘ONE Foundation’, que é financiado pelas as fundações dos eugenistas George Soros, Bill & Melinda Gates e Bono, entre outros nomes de globalistas da eugenia“.

A agência norte-americana Associated Press fez um fact check  em setembro sobre a relação de Luisa-Maria Neubauer e Greta Thunberg e concluía que a primeira não manipulava a segunda, embora, no mesmo texto, a jovem alemã admitisse que é amiga da jovem sueca.

Desde logo há um erro no texto: Neubauer é embaixadora da “One Campaign” e não da “One Foundation” (que é uma ONG chinesa, fundada pelo ator Jet Li, e não tem qualquer ligação à One Campaign).  Partindo do princípio que o autor do texto está a referir-se à “One Campaign”, é verdade que a organização surgiu de conversas entre Bill Gates e Bono Vox no início dos anos 2000 sobre a necessidade de informar melhor os norte-americanos sobre a pobreza extrema em todo o mundo. É também verdade, como escreveu a Associated Press, que a One Campaign  “tem laços com Soros, fundador e presidente Open Society Foundation”.

Sobre a relação com Greta Thunberg, Neubauer explicou à AP que a conheceu durante a cimeira das Nações Unidas de 2018, em Katowice, na Polónia e descreveu Thunberg como uma amiga e uma inspiração. “Fiquei inspirada pela forma como Greta agia, enquanto todos pareciam sem palavras”, disse a alemã à AP em setembro.

As fotografias de Neubauer ao lado de Greta Thunberg são autênticas, embora não seja incomum que a alemã esteja nos mesmos locais que a sueca, já que ambas são bastante assíduas em manifestações que alertam para as alterações climáticas.

Uma das estratégias de desinformação para tentar ligar Greta Thunberg a Soros foi através de uma fotografia em que o multimilionário húngaro (e norte-americano) aparece ao lado da jovem sueca. A fotografia é falsa (é uma montagem) mas foi partilhada milhares de vezes pelas redes sociais como se fosse verdadeira. A manipulação em causa já foi denunciada pela AFP Fact Check em setembro de 2019.

A fotomontagem que junta George Soros e Greta Thunberg

Trata-se de uma montagem, onde foi colocada a cara de George Soros já que a fotografia original foi publicada há um ano (dezembro de 2018) com o antigo vice-presidente dos EUA e também ele ativista das alterações climáticas Al Gore. “Obrigado Al Gore por ter sido um verdadeiro pioneiro. Muito poucos fizeram mais. É uma honra tê-lo conhecido”, escreveu a ativista a 31 de dezembro de 2018.

Página oficial Instagram de Greta Thunberg

As fotomontagens ou fotografias descontextualizadas têm sido um dos instrumentos ao serviço das campanhas de desinformação contra Greta Thunberg. Outra das imagens que circulou no último ano foi a fotografia de uma criança (alegadamente Greta Thunberg) ao colo de um homem que tem a bandeira do Estado Islâmico em fundo.

Trata-se, como já descodificou a AFP, de um frame de um vídeo de um concurso de leitura do Corão organizado por um grupo do Estado Islâmico em Aleppo, na Síria, em 2013. Já antes de a imagem ser associada à jovem ativista, a AFP tinha desmentido que a mesma imagem fosse referente a uma venda de noivas menores.

Mas há mais. Em língua portuguesa, em particular no Brasil, circulou também no Facebook uma fotografia de Greta Thunberg dentro de um comboio com uma mesa cheia de comida, enquanto crianças com fome assistiam da janela da carruagem. Apesar de ser uma montagem sem grande competência técnica, milhares de pessoas acreditaram e levou mesmo a AFP Checamos a fazer um fact check sobre a fotomontagem em questão.

A imagem original, como é possível verificar no Twitter de Greta Thunberg, é de 22 de janeiro de 2019 durante uma visita da jovem à Dinamarca. A legenda é, aliás: “Almoço na Dinamarca”.

Outra das mentiras que tem circulado para provar a ligação da jovem sueca ao milionário húngaro é que Greta é neta de George Soros. Não passa de mais uma teoria da conspiração. Os avôs de Greta são Olof Thunberg e Lars Ernman pais de Svante Thunberg (pai da jovem) e Malena Ernman (mãe da jovem).

A árvore genealógica de Greta Thunberg. Fonte: Site Geneanet

Conclusão

Ao longo do ano têm sido várias as tentativas de colar Greta Thunberg a George Soros. Uma das informações falsas que circula é que o multimilionário colocou uma jovem ativista alemã (Luisa-Marie Neubauer) a seguir a sueca para todo o lado, de forma a controlá-la. É verdade que Neubauer é amiga de Greta Thunberg e que participam juntas em várias iniciativas, o que é normal uma vez que esses eventos são manifestações pelo clima e são ambas ativistas. É também verdade que Neubauer é embaixadora de uma fundação que recebe financiamento de Soros, mas o multimilionário não mantém qualquer contacto com Neubauer. Se ligação a Neubauer já é forçada, a Greta Thunberg ainda mais. Há ainda várias outras histórias (como o facto de Soros ser avô de Greta) e fotomontagens que tentam forçar essa ligação.

Assim, de acordo com a classificação do Observador este conteúdo é:

Errado

De acordo com a classificação do Facebook este conteúdo é:

FALSO: as principais alegações do conteúdo são factualmente imprecisas. Geralmente, esta opção corresponde às classificações “falso” ou “maioritariamente falso” nos sites de verificadores de factos.

Nota: este conteúdo foi selecionado pelo Observador no âmbito de uma parceria de fact checking com o Facebook.

IFCN Badge