830kWh poupados
i

A opção Dark Mode permite-lhe poupar até 30% de bateria.

Reduza a sua pegada ecológica.
Saiba mais

Fernando Figueiredo

Convidado

Artigos publicados

Forças Armadas

Hospital das F. Armadas: solução de coisa nenhuma

O apoio sanitário à componente operacional das FFAA, face à evolução ditada pelas novas missões e ao cenário que se vive na Europa, não deixa margem para experiências teste de soluções à medida.
Forças Armadas

Que cooperação militar queremos?

Portugal tem contemplado, nos planos de cooperação externa, a necessidade de manter a Cooperação Técnica-Militar como um vetor da política externa e parece haver sintonia entre os parceiros envolvidos
Ministério da Defesa

As prioridades do novo Ministro da Defesa Nacional

O facto é que o truque que engorda o bolo do orçamento da Defesa, de receber das Finanças para pagar às Finanças as rendas pelos seus próprios quartéis, deixa tudo no mesmo estado miserável.
Forças Armadas

Quem não deve ser o/a novo/a Ministro/a da Defesa

Não deverá ser alguém que precise de dois anos para conhecer os dossiês militares e de dois anos para decidir sobre esses assuntos. Deverá antes deter muita experiência prévia em assuntos militares.
Forças Armadas

Serviço Militar Obrigatório: sim, não ou nim?

Políticos da tanga preferem ter uma tropa fandanga. Políticos profissionais preferem apoiar a tropa profissional. Políticos da tanga temos para dar e vender. Políticos profissionais só recrutando fora
Eleições

Defesa 2024 – Os programas resumidos numa palavra

Para além da boa vontade de quererem valorizar as FFAA e investir na Defesa, o problema dos programas nesta área é mesmo o desconhecimento da matéria, a falta de noção e preparação das propostas.
Forças Armadas

Para a Defesa nem ao menos uma promessa política?

Menos votos dará trazer para a opinião pública, como outros países europeus já o fazem, a discussão sobre o regresso do Serviço Militar Obrigatório, que hoje envolve questões complexas variadas.
Forças Armadas

Como diz a tropa, havendo problema desenmerdem-se!

O sentimento de insegurança, incerteza e insatisfação, prejudiciais ao bom ambiente institucional, à motivação e ao desempenho, está instalado nas FFAA, o que leva muitos a abandonarem as fileiras.
Defesa

Indústria de Defesa: nem indústria, nem defesa

O Ocidente não perdeu só o seus princípios e valores, perdeu o sentido de urgência, não consegue melhorar a sua capacidade e reservas militares. Porquê? Porque a guerra na Ucrânia é um problema deles.
Forças Armadas

Quem paga amendoins contrata macacos, não soldados

O pouco tempo que sobra à ministra é para mandar organizar mais um seminário de igualdade de género ou sobre a “importância da rama da batata na cibernética da guerra atual”.
Forças Armadas

Lei da Programação Militar: nem dinheiro, nem FA´s

Num tempo em que o voluntariado não cobre sequer as saídas e o nível de efetivos está em mínimos críticos esta LPM não dá respostas a questões de recrutamento, treino e retenção de pessoal qualificado
Forças Armadas

As Forças Armadas e a Segurança Interna

Os políticos têm de abandonar mitos ideológicos e temor anacrónico das Forças Armadas que são instrumento do seu poder e não ameaça interna. Com as forças de Segurança valem mais somando que dividindo
Forças Armadas

Lamento desiludir: as FA não estão bem tuteladas

Lamento desiludi-lo, caro ex-deputado, o problema das FA não está na falta de soldados nas fileiras, está no excesso de boys & girls do seu partido nas prateleiras douradas da Avenida Ilha da Madeira.
Ministério da Defesa

Forças Armadas: a ministra redutora de capacidades

Estamos no limite dos limites, as Forças Armadas não podem persistir num caminho sem “eixo de progressão”. Haverá alguém competente disponível para a pasta da Defesa? A ministra não cumpre os mínimos.
Militares

Equação impossível: melhores FA com pior Governo

As redundâncias nos sistemas militares, a burocracia desnecessária e a optimização no emprego dos recursos humanos não pode ficar-se pelos estudos do Ministério da Defesa pagos aos boys do partido.
Legislativas 2022

Queremos umas Forças Armadas com Iniciativa!

As FA tinham, a 31 de dezembro de 2021, 5653 oficiais e 9820 praças. Contas feitas, cada oficial não chega a ter dois praças para comandar, quando a média para os subalternos seria no mínimo de 30.

Ofereça este artigo a um amigo

Enquanto assinante, tem para partilhar este mês.

A enviar artigo...

Artigo oferecido com sucesso

Ainda tem para partilhar este mês.

O seu amigo vai receber, nos próximos minutos, um e-mail com uma ligação para ler este artigo gratuitamente.

Ofereça artigos por mês ao ser assinante do Observador

Partilhe os seus artigos preferidos com os seus amigos.
Quem recebe só precisa de iniciar a sessão na conta Observador e poderá ler o artigo, mesmo que não seja assinante.

Este artigo foi-lhe oferecido pelo nosso assinante . Assine o Observador hoje, e tenha acesso ilimitado a todo o nosso conteúdo. Veja aqui as suas opções.

Atingiu o limite de artigos que pode oferecer

Já ofereceu artigos este mês.
A partir de 1 de poderá oferecer mais artigos aos seus amigos.

Aconteceu um erro

Por favor tente mais tarde.

Atenção

Para ler este artigo grátis, registe-se gratuitamente no Observador com o mesmo email com o qual recebeu esta oferta.

Caso já tenha uma conta, faça login aqui.

Apoie o jornalismo. Leia sem limites. Apoie o jornalismo. Leia sem limites.
Desde 0,18€/dia
Apoie o jornalismo. Leia sem limites.
Apoie o jornalismo. Leia sem limites. Desde 0,18€/dia
Em tempos de incerteza e mudanças rápidas, é essencial estar bem informado. Não deixe que as notícias passem ao seu lado – assine agora e tenha acesso ilimitado às histórias que moldam o nosso País.
Ver ofertas