Tem acesso livre a todos os artigos do Observador por ser nosso assinante.

As previsões são difíceis, especialmente relativamente ao futuro, como alguém terá dito. E o ano de 2020 mostrou bem a importância do acaso na política global. Podemos, apesar de tudo, antecipar algumas das tendências importantes no próximo ano de 2021, no que diz respeito à pandemia, às relações EUA-China, às grandes tecnológicas, ao populismo e ao tribalismo identitário, e ao clima.

Uma pandemia sem fim à vista

Este artigo é exclusivo para os nossos assinantes: assine agora e beneficie de leitura ilimitada e outras vantagens. Caso já seja assinante inicie aqui a sua sessão. Se pensa que esta mensagem está em erro, contacte o nosso apoio a cliente.