Tem acesso livre a todos os artigos do Observador por ser nosso assinante.

1 Um organismo governamental sueco chamado Agência de Contingências Civis (MSB) decidiu há dois anos fazer algo muito estranho para qualquer português (ou outro latino): distribuiu 4,7 milhões de panfletos por toda a Suécia (um país praticamente com a mesma população que Portugal) a aconselhar os cidadãos como deveriam lidar com uma guerra com um país vizinho, um ciber ataque que paralisasse as infra-estruturas essenciais do país ou um desastre natural.

De acordo com o Financial Times, não estava prevista uma pandemia naquele panfleto mas os suecos são educados pela MSB a ser autónomos em qualquer espécie de crise, tentando ter na sua despensa produtos alimentares essenciais da sua dieta para vários dias de isolamento e até conselhos práticos sobre as melhores fontes informativas para combater a desinformação. Conselhos que têm sido muito úteis na forma como a Suécia está a encarar a crise da Covid-19 com 1.931 casos infetados e 21 mortes, estando precisamente uma posição à frente de Portugal no ranking global (de acordo com os dados de domingo, 22 de março).

Este artigo é exclusivo para os nossos assinantes: assine agora e beneficie de leitura ilimitada e outras vantagens. Caso já seja assinante inicie aqui a sua sessão. Se pensa que esta mensagem está em erro, contacte o nosso apoio a cliente.