250kWh poupados com o Logótipo da MEO Energia Logótipo da MEO Energia
i

A opção Dark Mode permite-lhe poupar até 30% de bateria.

Reduza a sua pegada ecológica. Saiba mais

Logótipo da MEO Energia

Poupe na sua eletricidade com o MEO Energia. Simule aqui.

Reportagem

Reportagem Observador

Porto. 15 anos de história em cassetes encontradas

Durante 15 anos, Pedro Augusto recolheu pedaços de fita magnética - e memórias - em cassetes que encontrou nas ruas do Porto. A exposição está no Gabinete do Tempo. Reportagem de Ana Catarina Peixoto.
Recuperados

Dois encontros inesperados, antes e depois do coma /premium

Hélder Gomes, 47 anos, ficou 52 dias em coma. Antes de ficar inconsciente, reconheceu a voz de uma enfermeira que não via há 30 anos. Depois, ficou no quarto de um colega de trabalho.
Reportagem Observador

Hélder reencontrou a colega de liceu antes do coma

1093
Hélder Gomes tem 47 anos. Por causa da Covid-19, esteve 52 dias em coma. Antes de ficar inconsciente, reconheceu a voz de uma enfermeira que não via há 30 anos. E nas palavras dela encontrou apoio.
Recuperados

A videochamada que deu força para Manuel recuperar /premium

Quando o pastor evangélico Manuel Pinto acordou do coma, perceberam que tinha tido um AVC. Tem 45 anos, sem doenças de risco. Tenta agora recuperar das sequelas. "Dependo da minha mulher para tudo".
Recuperados

"O que está a acontecer? Estamos em guerra?" /premium

Paula Godinho, enfermeira, despertou do coma e surpreendeu-se com o país em confinamento, com as aulas online da filha e com a difícil recuperação: "Como é que não consigo pegar num talher?
Reportagem Observador

"Quando acordei, achei que estávamos em guerra"

Paula Lopes Godinho é enfermeira. Em março de 2020, foi internada com Covid-19. Esteve 40 dias em Cuidados Intensivos. Quando voltou a ver notícias, achou que o país tinha entrado em guerra.
Recuperados

Acordou do coma e soube que o pai tinha morrido /premium

130
José Pereira tem 59 anos e é empresário em Braga. Foi um dos primeiros doentes em Portugal internados com Covid-19. Deixou de conseguir andar, mas hoje já faz 20 quilómetros de bicicleta.
Reportagem Observador

"Foi como chegar em primeiro lugar à Sra da Graça"

José Pereira tem 59 anos. Nunca tinha tido problemas de saúde e fazia desporto regularmente. A Covid-19 deixou-o em coma. Agora já voltou a fazer 20 km de bicicleta.
Covid-19 na Suécia

Como é a vida de um infetado na Suécia  /premium

É preciso ter uma app para pedir os testes à Covid, que são feitos pelos próprios doentes. Só no início de dezembro é que a quarentena profilática se estendeu às crianças com menos de 13 anos.
Covid-19 na Suécia

Economia. O que correu mal na estratégia da Suécia /premium

PIB terá caído menos mas comércio está em dificuldades e taxa de desemprego não era tão alta desde 1998. Economista Lars Calmfors junta número de mortos à equação e fala em "prejuízo económico enorme”
Reportagem

Sem-abrigo. As ruas de Lisboa nunca ficam vazias /premium

542
Manel sofre de esquizofrenia. Quando a pandemia começou nem sabia o que estava a acontecer: "Não se via ninguém". Luis saiu da prisão em abril. Foi para um hostel, onde nem sempre vai dormir.
Discriminação

Vídeo do Observador vence Prémio APAV

174
A reportagem "Acontece todos os dias" reúne dez relatos sobre discriminação em Portugal. Foi escolhida unanimemente pelos membros do júri do Prémio da Associação de Apoio à Vítima para o Jornalismo.
Reportagem

O grito de Chelas: "Não nos tirem a identidade" /premium

533
Os "filhos de Chelas" estão revoltados, não aceitam ver as suas raízes desaparecerem aos poucos. Quem ali vive reconhece os problemas, mas rejeita que a mudança do nome do bairro os resolva.
Investigação

O mistério das festas de sexo da Purilia /premium

260
Um casal pagou 3 mil euros e nunca foi a uma festa. Pretensos patrocinadores nunca foram contactados. Empresários e frequentadores do meio garantem: ninguém conhece quem tenha ido a uma festa Purilia.
Reportagem

Legionella. "Disto não nos sabemos defender"

A população de Fajozes, em Vila do Conde, vive preocupada com toda a incerteza acerca da origem e propagação da legionella na zona Norte. "É Covid de um lado, é legionella do outro", desabafam.
Almada

Bairro Amarelo. A vista é boa, o pior é o resto /premium

130
Presidente da câmara disse que se mudaria para lá, os moradores do bairro garantem: a vista não é tudo. No Bairro Amarelo há droga, lixo, tiros e corridas de motas. "E as casas estão todas rebentadas"
Coronavírus

Lar de Reguengos. Relatos de "caos" e "terror" /premium

5954
Utentes sem água e medicamentos. Funcionários sem qualificações a mudar pensos e algálias. Infetados e saudáveis separados — mas a utilizar o mesmo wc. O surto do lar de Reguengos por quem o viveu.
Reportagem

França. Emigrantes hesitam em viajar para Portugal

Há vontade de viajar mas na hora de decidir o meio de transporte (carro, comboio ou avião) a hesitação vem ao de cima. Empresas de transporte antecipam verão difícil.
Reportagem

Reportagem no bairro social que a Covid duplicou /premium

229
Segundo Torrão da Trafaria já seria o maior bairro precário da região de Lisboa mas com a pandemia está a crescer ainda mais. Moradores queixam-se de insegurança, ocupação de casas e falhas de energia
Explicador

As duas primeiras semanas depois da reabertura 

E depois do desconfinamento? Retrato de uma loja de rua ao fim de duas semanas de reabertura e nas vésperas da entrada na nova fase.
Reportagem

Bebés abandonados com dias de vida. Como C. /premium

556
Abandonado pouco depois de nascer, com problemas graves de saúde, C. viveu no hospital até fazer um ano. Casos como o dele são cada vez mais raros, mas em 2018 o número de bebés abandonados aumentou.
Incêndios

“Se não fossem os bombeiros, isto não se salvava" /premium

161
Há 16 anos, um fogo arrasou as florestas de Mação, Vila de Rei e Sertã. Em 2017, as chamas voltaram aos mesmos locais. Este ano, muitos pensaram estar a reviver o mesmo pesadelo. Reportagem em Mação.
Educação

Ensino doméstico. Aqui, a professora chama-se mãe /premium

1214
Fazem-no porque procuram alternativas à escola, por motivos religiosos ou por terem filhos com necessidades especiais. Há um boom do ensino doméstico e cada vez mais mães ensinam os filhos em casa.
Educação

Em Lousada, os alunos também mandam na escola /premium

751
O projeto chama-se República dos Jovens e faz com que esta escola funcione de forma semelhante à Assembleia da República. Todos têm voz e a opinião dos alunos influencia as decisões da direção.
Iraque

Iraque. O drama de ser cristão em terras da Bíblia /premium

1035
Cenário de alguns dos principais episódios bíblicos e casa dos primeiros cristãos, o Iraque é hoje um lugar perigoso para o Cristianismo. Reportagem com os cristãos que resistem na planície de Nínive.
Morte

Profissão: tanatopractor. Ele cuida dos mortos /premium

853
Vive entre urnas, sangue, frigoríficos e frascos de formol. Ricardo Morais é tanatopractor, o homem a quem os vivos confiam os mortos para que os seus corpos possam partir serenos. Nem sempre é fácil.
Taça de Portugal

A Taça é isto: festa (e beber a rodos) na mata 

Antes de a bola rolar no Jamor, a festa é cá fora, na mata, entre bifanas e álcool, muito álcool. O assunto do dia só podia ser a invasão da Academia. E ninguém está (ninguém ousa estar) com Bruno.
Reportagem

Banca está mesmo a dar mais crédito? Fomos testar

Torneira voltou a abrir, mas bancos garantem que há cautela. Mesmo assim, dão créditos pessoais para ajudar com a entrada e satisfazer os clientes. Reportagem do que (realmente) se passa aos balcões.
Reportagem

O robô estaciona-lhe o carro e vence-o em matrecos

Alemã Bosch lançou sistema que vai contribuir para fazer dos "valets" uma profissão do passado. Inteligência artificial foi tema maior na Bosch Connected World, onde defrontámos um robô nos matrecos.
Justiça

Fundação "O Século" desmente Visão

A Fundação "O Século" desmentiu, através de um comunicado, notícia da Visão.
Animais

IRA. O grupo de durões que defende os animais /premium

24403
Não dão a cara nem o nome. Para se resguardarem perante a lei e para evitarem que mais pessoas lhes peçam para salvar cães, gatos ou até cavalos em risco. Existem há um ano e têm mais de 54 mil fãs.
Reportagem

A casinha afundada no Restelo que resistiu a tudo

439
A casa é "pendurada", afundada no meio de um passeio, quase sem nada em redor. Resistiu a remodelações, expropriações e demolições. Nela vivem três pessoas. Fica (perdida) no Restelo, em Lisboa.
Reportagem

Atrás do palco com quatro artistas portugueses

136
É possível viver da música sem se chamar Tony Carreira? Para perceber, andámos com Augusto Canário, Jessica Portugal e Ricardo & Henrique na estrada. E na danceteria. E na frutaria.
Albufeira

Uma noite na Oura: turistas, polícia e álcool

964
Os distúrbios de domingo, com centenas de turistas britânicos, colocaram Albufeira no mapa. Os problemas, dizem os empresários, não são novos. Reportagem na rua dos bares, onde não se fala português.
Na Estrada com...

Vídeo especial: na estrada com Samuel Úria

502
O Observador foi para a estrada com o "Trovador de Patilhas". De manhã, perdeu a voz. À noite, Úria preencheu de rock (e suor) a Casa do Povo de Santo Estêvão, em Tavira. A 27 de maio toca no Tivoli.
Jornalismo

Brasil. Jornalista vence prémio em Espanha

O jornalista Vinicius Jorge Carneiro Sassine, do diário O Globo, ganhou o prémio de Imprensa Rei de Espanha pela reportagem "Recusas da Força Aérea Brasileira impedem transplantes de 153 órgãos".
Jornalismo

Colégio Militar. Observador vence prémio Arco-Íris

102
A reportagem A vida no Colégio Militar: "Parece um Big-Brother", que denunciou situações de discriminação de homossexuais na instituição, venceu o prémio Arco-Íris atribuído pela ILGA Portugal.
Reportagem

Em Canelas dá-se outra missa, mas não a outra face

184
Em novembro de 2014 a mudança de padres fez-se com cenas de violência, acusações de mentiras, ameaças, corrupção e até queixas de abusos sexuais. Em vez de unir, a religião continua a dividir Canelas.
Atualidade

"Cabaz do Peixe": três quilos por vinte euros

1383
Nasceu em Sesimbra, mas Lisboa está já no horizonte. A iniciativa pretende reduzir o desperdício de pescado e promover a pesca artesanal. Conheça o "Cabaz do Peixe".
Vodafone Mexefest

Elementar, meu caro Patrick Watson

Dançámos com Petite Noir e Peaches, fomos ao Brasil à boleia de Castello Branco, rendemo-nos a Patrick Watson. O 5.º Vodafone Mexefest terminou, mas 2016 já cá canta. E pode chegar em versão alargada.
Vodafone Mexefest

Benjamin Clementine, Lisboa chama por ti

Do indie ao soul, no primeiro dia do Vodafone Mexefest não faltou o que escolher. Mas a noite foi de Benjamin Clementine. Bastou um piano e uma bateria para deixar Lisboa aos seus pés, descalços.
Reportagem

Lisboa no "mundo" de Kurt Vile

As 14 canções apresentadas no concerto construíram a ponte entre o público e o seu ambiente "intenso" e "introspetivo". “Wakin on a Pretty Day” foi a música unânime deste passeio.
Reportagem

Uma casa maior para sonhar com os Beach House

Ao longo de 1h30, a banda de dream pop tocou 16 canções, das novíssimas como "PPP" e "Sparks" às obrigatórias como "Myth" e "Irene". O próximo concerto pede uma sala melhor, diz Alex Scally.
Reportagem

José Sócrates em Belém? "Gostava muito"

991
O ex-primeiro-ministro falou durante mais de uma hora sobre justiça e política e disse não pretender abandonar os seus direitos políticos, ao mesmo tempo que fez duras críticas a Cavaco Silva.
Um Ano de Observador

A vida deles deu uma história. O que contam agora?

Glória tem saudades de Timor, David aprendeu polaco, Emanuel dá abraços sem medo do Ébola, as vítimas da Legionella ainda exigem justiça, a história de João ajudou outros meninos transgénero.
Um Ano de Observador

Um ano na nossa vida. Como foi na vida deles? /premium

585
Faz hoje um ano que nasceu o Observador, um ano intenso na vida do país e do mundo. Doze meses de histórias, como estas que aqui contamos. Textos de João de Almeida Dias e João Pedro Pincha.
Ao Vivo

Kraftwerk, a grande auto-estrada da eletrónica

A música tem muitas dimensões. No espetáculo 3D da noite passada, o quarteto germânico fez uma viagem no tempo com o auxílio da mais recente tecnologia. Continuam pioneiros, 45 anos depois.
Reportagem

O último Crime Elétrico d'Os Pontos Negros

215
O regresso e despedida d'Os Pontos Negros na segunda "Noite do Crime Elétrico" contou com a presença do Cão da Morte e o retorno d'Os Velhos, num vitorioso reencontro da música portuguesa.
Setúbal

Trocar o sofá pelas corridas noturnas

824
Saem de casa enquanto aos outros apetece ficar. Em Setúbal, há um grupo de pessoas que se junta para andar, marchar e correr. Já chegaram a mil. Fomos acompanhar uma Corrida Noturna.
Desporto

O jóquei que morreu duas vezes (e ressuscitou uma)

775
Era descendente de açorianos e foi um dos melhores jóqueis de sempre nos Estados Unidos. Mas, antes disso, morreu. Depois ressuscitou e voltou a montar. Tornou-se uma lenda: o “Pimenteiro Português".
Reportagem

Agora, pode começar de novo

Passou fome, dormiu na rua e a vida atirou-lhe muitos pontos de interrogação para os pés, mas agora pode começar de novo. A família de João Andrade é uma das 19 que foi realojada pela CM de Oeiras.
Orçamento do Estado

"Se ainda fosse o Vítor Gaspar já ali estava"

106
São estendidos cerca de 100 metros de cabo para uma televisão poder fazer um direto. A ordem pela qual os jornalistas fazem as perguntas é determinada pela hora a que chegam ao Ministério.
Reportagem

Profissão? Jogador de póquer

1483
Estudam, jogam e vivem do póquer. São jovens, dizem que sentem o preconceito e que vencer não é uma questão de sorte, mas de probabilidades. E não basta ser bom. Para ganhar, é preciso ser o melhor.
BCE

No BCE também se fala português

5987
Há 15 anos, eram pouco mais de 20. Agora, o número de portugueses que trabalham no Banco Central Europeu ronda a meia centena. Costumam almoçar às quartas-feiras.
Conservação da Natureza

Seguindo os ninhos das cegonhas /premium

233
A cada dez anos cerca de 40 países da Europa, África e Ásia contam ninhos de cegonhas e identificam as crias capazes de voar. As organizações de ambiente já andam pelo país de binóculos na mão.
A página está a demorar muito tempo.