Brad Pitt

Brad Pitt fala do divórcio e culpa a bebida: “Estava a beber demasiado”

Brad Pitt revelou, numa entrevista dada à GQ, que "bebeu demasiado" e que dormiu no chão de um amigo durante seis semanas depois de se ter tornado público o seu divórcio com Angelina Jolie.

Angelina Jolie pediu o divórcio em setembro, e admitiu lutar pela custódia dos seis filhos

Getty Images

Brad Pitt revelou, numa entrevista à GQ, que “bebeu demasiado” e que dormiu no chão de um amigo durante seis semanas depois de se ter tornado público o seu divórcio com Angelina Jolie. Na mesma entrevista, o ator de 53 anos fala sobre a batalha pela custódia dos seis filhos e de ter deixado de beber há seis meses – um período que descreve como “estranho”.

“Lembro-me de alguns momentos em que fui ficando cansado de mim mesmo. E esse momento foi um deles”, conta à revista.

Não me consigo lembrar de um dia desde que saí da faculdade em que não bebi ou dei umas passas, ou algo. Deixei tudo menos a bebida quando comecei uma família. Mas mesmo este ano que passou, houve coisas com que não soube lidar. Estava a beber demasiado. Tornou-se um problema.”

Nesta primeira grande entrevista desde o escândalo de setembro do ano passado, a estrela confessa, para além dos problemas com o álcool, detalhes do incidente com a família num avião privado que envolveu os serviços de proteção de menores. Na mesma entrevista, Pitt admite estar “em terapia” e a “a adorar”.

Numa declaração conjunta lançada por Pitt e Jolie em janeiro, o casal anunciou que todos os documentos legais relativos ao divórcio serão selados para proteger a privacidade e garantir uma exposição mínima dos filhos.

Angelina Jolie, em entrevista à BBC, expressou a vontade de construir “uma família melhor” quando tudo estiver finalizado, um sentimento subscrito por Pitt. Recorde-se que a estrela de “Lara Croft” pediu o divórcio em setembro, e admitiu estar disposta a lutar pela custódia dos seis filhos – Maddox, de 15 anos, Pax, de 13, Zahara, com 12, Shiloh, de 10 e os gémeos Knox e Vivienne, agora com oito anos.

Angelina Jolie com as filhas Zahara e Shiloh, quando ganhou um prémio pela sua prestação em “Maleficent”, Kids Choice Awards 2015 ( Kevin Winter/Getty Images)

Pitt confessa que tem “a família em primeiro lugar” na sua mente e sente-se feliz por ter conseguido manter o diálogo em aberto com Angelina Jolie, de 41 anos, sobre a custódia dos filhos.

Isto para eles é muito duro, ver a família separada. Tenho que ser mais para eles, tenho que lhes mostrar, e não o tenho feito bem.”

Muitos foram os rumores nas redes sociais e nas revistas de que Pitt estaria a passar por um período difícil, com muitas notícias a darem conta de um estado físico mais magro. Contudo, Pitt tem dois filmes a chegar aos ecrãs ainda este ano – “WWZ 2 – Guerra Mundial” e “War Machine” – com papéis que exigem alguma perda de peso. Já Angelina Jolie largou a representação em 2017 e aposta na sua carreira como produtora em “The Breadwinner”.

Partilhe
Comente
Sugira
Proponha uma correção, sugira uma pista: observador@observador.pt

Só mais um passo

Ligue-se agora via

Facebook Google

Não publicamos nada no seu perfil sem a sua autorização. Ao registar-se está a aceitar os Termos e Condições e a Política de Privacidade.

E tenha acesso a

  • Comentários - Dê a sua opinião e participe nos debates
  • Alertas - Siga os tópicos, autores e programas que quer acompanhar
  • Guardados - Guarde os artigos para ler mais tarde, sincronizado com a app
  • Histórico - Lista cronológica dos artigos que leu unificada entre app e site