Logo Observador
Brad Pitt

Brad Pitt fala do divórcio e culpa a bebida: “Estava a beber demasiado”

Brad Pitt revelou, numa entrevista dada à GQ, que "bebeu demasiado" e que dormiu no chão de um amigo durante seis semanas depois de se ter tornado público o seu divórcio com Angelina Jolie.

Angelina Jolie pediu o divórcio em setembro, e admitiu lutar pela custódia dos seis filhos

Getty Images

Brad Pitt revelou, numa entrevista à GQ, que “bebeu demasiado” e que dormiu no chão de um amigo durante seis semanas depois de se ter tornado público o seu divórcio com Angelina Jolie. Na mesma entrevista, o ator de 53 anos fala sobre a batalha pela custódia dos seis filhos e de ter deixado de beber há seis meses – um período que descreve como “estranho”.

“Lembro-me de alguns momentos em que fui ficando cansado de mim mesmo. E esse momento foi um deles”, conta à revista.

Não me consigo lembrar de um dia desde que saí da faculdade em que não bebi ou dei umas passas, ou algo. Deixei tudo menos a bebida quando comecei uma família. Mas mesmo este ano que passou, houve coisas com que não soube lidar. Estava a beber demasiado. Tornou-se um problema.”

Nesta primeira grande entrevista desde o escândalo de setembro do ano passado, a estrela confessa, para além dos problemas com o álcool, detalhes do incidente com a família num avião privado que envolveu os serviços de proteção de menores. Na mesma entrevista, Pitt admite estar “em terapia” e a “a adorar”.

Numa declaração conjunta lançada por Pitt e Jolie em janeiro, o casal anunciou que todos os documentos legais relativos ao divórcio serão selados para proteger a privacidade e garantir uma exposição mínima dos filhos.

Angelina Jolie, em entrevista à BBC, expressou a vontade de construir “uma família melhor” quando tudo estiver finalizado, um sentimento subscrito por Pitt. Recorde-se que a estrela de “Lara Croft” pediu o divórcio em setembro, e admitiu estar disposta a lutar pela custódia dos seis filhos – Maddox, de 15 anos, Pax, de 13, Zahara, com 12, Shiloh, de 10 e os gémeos Knox e Vivienne, agora com oito anos.

Angelina Jolie com as filhas Zahara e Shiloh, quando ganhou um prémio pela sua prestação em “Maleficent”, Kids Choice Awards 2015 ( Kevin Winter/Getty Images)

Pitt confessa que tem “a família em primeiro lugar” na sua mente e sente-se feliz por ter conseguido manter o diálogo em aberto com Angelina Jolie, de 41 anos, sobre a custódia dos filhos.

Isto para eles é muito duro, ver a família separada. Tenho que ser mais para eles, tenho que lhes mostrar, e não o tenho feito bem.”

Muitos foram os rumores nas redes sociais e nas revistas de que Pitt estaria a passar por um período difícil, com muitas notícias a darem conta de um estado físico mais magro. Contudo, Pitt tem dois filmes a chegar aos ecrãs ainda este ano – “WWZ 2 – Guerra Mundial” e “War Machine” – com papéis que exigem alguma perda de peso. Já Angelina Jolie largou a representação em 2017 e aposta na sua carreira como produtora em “The Breadwinner”.

Partilhe
Comente
Sugira
Proponha uma correção, sugira uma pista: observador@observador.pt
Comida

Gastronomia com Ciência

Hélio Loureiro

Uma das práticas e pontos chaves da dieta mediterrânica é o comer em família, partilhar, conviver. A própria palavra, comer tem esse mesmo significado: com (na companhia de...) e er (repetição).

Família

O cabanão (segunda crónica estival)

Maria João Avillez
130

Mas a quem preocupa hoje o esmorecimento do modelo tradicional familiar se ele é propagado como tendo passado de moda, saído de linha, estar “descontinuado”?

Educação

O Filipa e a escola pública

Maria José Melo

Portugal só será realmente um país civilizado quando existir consciência cívica por parte de todos os cidadãos. Foi esta visão que adquiri no Liceu D. Filipa de Lencastre e me acompanhou toda a vida.