Rádio Observador

País

Quercus e Bandeira Azul atribuem prémios às melhores praias

A época balnear está oficialmente aberta, mas o clima ainda não é o ideal. Com os prémios atribuídos pela Quercus e Associação Bandeira Azul é mais fácil escolher as melhores praias.

A época balnear abre oficialmente a 1 de junho

Sean Gallup/Getty Images

A época balnear abre oficialmente este domingo, mas muitos banhistas já tinham aproveitado os bons dias de abril para por os pés na areia. Para se escolher as melhores praias e aproveitar os prazeres do verão pode seguir-se duas recomendações: as da Quercus (Associação Nacional de Conservação da Natureza) ou as da Associação Bandeira Azul da Europa (ABAE).

Das 544 águas consideradas balneares no ano de 2014, a Quercus escolheu 355 com qualidade de ouro, baseando-se exclusivamente na avaliação da qualidade das águas nos últimos cinco anos. A associação admite que os critérios são mais limitados do que os da ABAE, mas mais exigentes neste aspeto – a qualidade da água -, lê-se em comunicado. Das praias galardoadas 322 são costeiras, 28 são interiores e 5 são de transição. No total mais 19 praias do que no ano anterior.

Os conselhos com o maior número de praias no litoral são: a norte, Vila Nova de Gaia (18); no centro, Torres Vedras e Cascais (11); e a sul, Albufeira (19) e Vila do Bispo (12). Já para as praias de interior os concelhos com maior concentração são: Vinhais (3), Macedo de Cavaleiros, Pampilhosa da Serra, Proença-A-Nova e Vila de Rei (com duas praias cada).

A ABAE premeia todos os anos as praias e portos de recreio que cumpram um conjunto de critérios de natureza ambiental, de segurança e conforto dos utentes e de informação e sensibilização ambiental. Os critérios para as praias incluem, segundo a página da associação, a qualidade da água, limpeza das praias, recolha seletiva de resíduos, existência de instalações sanitárias, interdição aos animais ou a presença de nadadores salvadores. A Bandeira Azul foi atribuía a 298 praias e 17 portos de recreio e marinhas.

Mas junho ainda não parece estar com as melhores condições para fazer praia. Segundo a previsão do Instituto Português do Mar e da Atmosfera (IPMA) para este mês, a primeira semana terá uma maior precipitação do que o habitual no litoral norte. As temperaturas médias estarão abaixo do normal em todo o território na primeira semana, e na faixa litoral nas semanas seguintes. Para este domingo as temperaturas máximas ultrapassam os 20º C em todo o país, tendo a Guarda as temperaturas máxima e mínima mais baixas – 20º e 7º C – e Lisboa as mais altas – 27º e 16º C. Porém, o IPMA aconselha a utilização óculos de Sol com filtro ultravioleta (UV), chapéu e protector solar porque os níveis de radiação UV estão muito altos.

 

 

Não queremos ser todos iguais, pois não?

Maio de 2014, nasceu o Observador. Junho de 2019, nasceu a Rádio Observador.

Há cinco anos poucos acreditavam que era possível criar um novo jornal de qualidade em Portugal, ainda por cima só online. Foi possível. Agora chegou a vez da rádio, de novo construída em moldes que rompem com as rotinas e os hábitos estabelecidos.

Nestes anos o caminho do Observador foi feito sem compromissos. Nunca sacrificámos a procura do máximo rigor no nosso jornalismo, tal como nunca abdicámos de uma feroz independência, sem concessões. Ao mesmo tempo não fomos na onda – o Observador quis ser diferente dos outros órgãos de informação, porque não queremos ser todos iguais, nem pensar todos da mesma maneira, pois não?

Fizemos este caminho passo a passo, contando com os nossos leitores, que todos os meses são mais. E, desde há pouco mais de um ano, com os leitores que são também nossos assinantes. Cada novo passo que damos depende deles, pelo que não temos outra forma de o dizer – se é leitor do Observador, se gosta do Observador, se sente falta do Observador, se acha que o Observador é necessário para que mais ar fresco circule no espaço público da nossa democracia, então dê o pequeno passo de fazer uma assinatura.

Não custa nada – ou custa muito pouco. É só escolher a modalidade de assinaturas Premium que mais lhe convier.

Partilhe
Comente
Sugira
Proponha uma correção, sugira uma pista: vnovais@observador.pt

Só mais um passo

1
Registo
2
Pagamento
Sucesso

Detalhes da assinatura

Esta assinatura permite o acesso ilimitado a todos os artigos do Observador na Web e nas Apps. Os assinantes podem aceder aos artigos Premium utilizando até 3 dispositivos por utilizador.

Só mais um passo

1
Registo
2
Pagamento
Sucesso

Detalhes da assinatura

Esta assinatura permite o acesso ilimitado a todos os artigos do Observador na Web e nas Apps. Os assinantes podem aceder aos artigos Premium utilizando até 3 dispositivos por utilizador.

Só mais um passo

Confirme a sua conta

Para completar o seu registo, confirme a sua conta clicando no link do email que acabámos de lhe enviar. (Pode fechar esta janela.)