Tem acesso livre a todos os artigos do Observador por ser nosso assinante.

A Caixa Central de Crédito Agrícola é o principal candidato à compra das operações do BBVA em Portugal, de acordo com uma notícia avançada pelo jornal espanhol El Confidencial. Fontes financeiras, citadas pela publicação, referiram que a instituição do país vizinho já sabe quanto oferece cada uma das entidades que estão interessadas no negócio, numa lista em que se incluem, também, os angolanos Banco Atlântico e BIC, além do Santander Totta.

A filial portuguesa do BBVA dispõe de ativos próximos de 5,5 mil milhões de euros e perdeu 107 milhões de euros em 2013. Às operações bancárias no mercado lusitano, somam-se outras atividades, cujo valor é calculado em cem milhões de euros, nas áreas de imobiliário e gestão de fundos de pensões e de investimento.

As contas consolidadas do BBVA em Portugal revelam que as perdas do grupo financeiro atingiram 357 milhões de euros no ano passado, mais do dobro dos prejuízos registados em 2012. Os resultados negativos são atribuídos, sobretudo, à quebra do mercado imobiliário e à necessidade de constituir provisões na sequência da recessão que atingiu a economia portuguesa.

A venda dos ativos em Portugal pode render 500 milhões de euros ao BBVA, ainda de acordo com a notícia do El Confidencial.

PUB • CONTINUE A LER A SEGUIR