A Costa Rica conseguiu neste sábado uma merecida vitória sobre o Uruguai, no arranque do Grupo D do Mundial de futebol do Brasil, virando de uma desvantagem ao intervalo para um claro 3-1 no final do jogo.

No estádio Castelão de Fortaleza, a Costa Rica não se encolheu perante o favorito Uruguai e discutiu bem o resultado no segundo tempo, período em que fez os seus três golos, através de Campbell (54), Duarte (57) e Urena (84). O Uruguai, recheado de estrelas, mas sem poder contar ainda com Luis Suarez, inaugurara o marcador aos 24 minutos, de grande penalidade convertida por Edinson Cavani.

Maxi Pereira, jogador do Benfica, foi bem o símbolo do desespero uruguaio, ao ver um cartão vermelho, por agressão, já no período de descontos. A primeira jornada do Grupo D prossegue ainda hoje, com o Itália-Inglaterra, em Manaus, Amazónia.