Abarth, Alfa Romeo, Audi, Chrysler, Dodge, Fiat, Jeep, Mazda e Ram são as nove marcas que vão poder instalar ainda este ano o novo sistema CarPlay, que liga o software dos smartphones da Apple ao automóvel, dando continuidade à experiência de utilização a que estamos habituados. Este sistema já se encontrava disponível em fabricantes como a Volvo, Ferrari, Mercedes e Honda.

Na prática, entramos no carro, ligamos o iPhone (por cabo) e passamos a ter música, podcasts, mensagens, mapas, aplicações (o popular Spotify, por exemplo), e claro, o telefone, disponíveis na ponta do dedo ou por comandos de voz – através da Siri.

Este anúncio surge poucos dias depois da apresentação do Android Auto, um sistema que cumpre o mesmo objectivo do CarPlay, mas com ligação ao OS da Google, e que estará no mercado ainda este ano.

A tendência dos fabricantes parece ser a instalação dos dois sistemas operativos mais populares em smartphones, o Android e o iOS da Apple. Assim, não há necessidadede de uma escolha prévia, e fica garantida a pluralidade dos sistemas e o conforto dos utilizadores.

A concretizar-se, será uma vantagem para os consumidores e um contratempo para a Apple e para a Google, que vão ter de se valer das suas ofertas diferenciadoras em vez de simplesmente garantirem exclusividade com os fabricantes. Porque antes de procurar um carro com estes equipamentos, o consumidor já terá um destes sistemas operativos no bolso. Ou ambos.