Falta aproximadamente um mês para o tão aguardado espetáculo da Victoria’s Secret, marcado para o início de dezembro, e a expetativa não para de crescer. A culpa é, sobretudo, de dois sutiãs de luxo “Fantasy Bra”, avaliados em 1,6 milhões de euros cada, que vão ser usados pelas modelos brasileiras Adriana Lima e Alessandra Ambrosio.

A notícia foi avançada pela marca durante o passado fim de semana e algumas imagens foram, entretanto, disponibilizadas tanto no Instagram como no Twitter. Os sutiãs, com milhares de pedras preciosas incrustadas — safiras, rubis e diamantes –, foram concebidos por joalheiros da multinacional Mouawad e demoraram 1,380 horas a serem terminados. Apesar dos números surpreendentes, o furor gira também em torno do duo de “anjos” que vai levar os conjuntos, no próximo dia 9, à extravagante passarela.

Esta é a primeira vez que, em 19 anos de história, a marca traz ao show dois sutiãs de luxo. O mesmo não se pode dizer das modelos que tiveram experiências semelhantes no passado: Lima subiu à passarela com lingerie do género em 2008 e em 2010, enquanto Ambrosio teve a sua grande oportunidade em 2012.

A Victoria’s Secret tem exibido peças “Fantasy Bra” desde 1996, altura em que a modelo Claudia Schiffer estreou um desenho no valor de quase 1 milhão de euros. Em 2013 foi a vez de Candice Swanepoel, com uma peça de 8 milhões de euros, e dois anos antes Miranda Kerr fez-se ver num conjunto de sensivelmente 2 milhões. Mas foi à brasileira Gisele Bündchen que coube a missão de desfilar, no ano 2000, com o conjunto mais caro até à data — 12 milhões de euros.

Em 2014, o desfile promete performances de artistas como Rihanna, Kanye West, Justin Timberlake e Andam Levine, diz o Independent.  A expectativa é que esta seja “a noite mais sexy na televisão”, diz o Daily Mail que cita a modelo Alessandra Ambrosio.