Cinco pilotos portugueses participam no 61.º Grande Prémio de Macau, a disputar no Circuito da Guia entre 13 e 16 de novembro por 211 concorrentes de 36 países e territórios.

O GP de Macau de 2014 vai contar com três corridas principais – Fórmula 3, WTCC e motociclismo — e quatro provas de suporte.

Tiago Monteiro (WTTC), Rui Águas (Taça GT Macau), e Nuno Caetano, André Pires e Tiago Magalhães (Grande Prémio de Motos) são os nomes portugueses confirmados hoje pela organização.

No Grande Prémio de Macau de Fórmula 3, a organização destaca, entre outros, os dois primeiros do campeonato, o francês Esteban Ocon, que se estreou em Macau no ano passado, e o holandês Max Verstappen, com apenas 17 anos, que se tornou recentemente o mais jovem piloto a comandar um Formula 1 numa sessão oficial e que tem lugar assegurado na Toro Rosso no próximo ano.

PUB • CONTINUE A LER A SEGUIR

Na prova dos carros de turismo da FIA (WTTC), são referidos nomes como o de Sébastien Loeb, nove vezes campeão do mundo de ralis, e do chinês Ma Qing Hua, que em junho venceu a sua corrida de estreia.

No WTCC Tiago Monteiro volta a conduzir o seu Honda e com a experiência do português em Macau, nunca se sabe até onde pode ir a garra do piloto do norte que é sempre muito lutador no traçado da Guia.

Na prova de motociclismo estão confirmados os nomes de Stuart Easton, tricampeão de 2008 a 2010, de Ian Hutchinson, vencedor do ano passado, de Michael Rutter, oito vezes campeão de Macau, e de Michael Dunlop, filho do campeão do Grande Prémio de Motos de Macau em 1989 (Robert Dunlop) e sobrinho do falecido Joey Dunlop.

A edição deste ano conta ainda com uma prova denominada Taça da Corrida chinesa, que vai juntar pilotos de Macau, Hong Kong, China e Taiwan no circuito da Guia, um traçado citadino de 6,1 quilómetros, na sua maior parte ladeado por muros e rails de proteção.