O vulcão da ilha do Fogo intensificou a atividade durante a madrugada, estando agora “ativo em três frentes”. O Plano de Emergência para Erupções Vulcânicas foi ativado no domingo e durante a manhã de segunda-feira a Ministra da Administração Interna de Cabo Verde, Marisa Morais, e o presidente do Serviço Nacional de Proteção Civil (SNPC) cabo-verdiano, Arlindo Lima, estarão no local a avaliar a situação atual.

A erupção iniciou-se na manhã de domingo, perto das 10h (hora local, 11h em Lisboa) segundo Bruno Faria, geofísico no Instituto de Meteorologia e Geofísica no Mindelo. O pico de emissão ocorreu por volta do meio-dia conforme confirmou ao Observador Arlindo Lima, mas durante a tarde a intensidade da erupção diminuiu. Durante a madrugada a atividade do vulcão voltou a intensificar-se, estando presente em três frentes – em direção à montanha, à povoação e à sede dos serviços administrativos do Parque Natural do Fogo -, informou o presidente do SNPC. “A lava avança um metro a cada quatro ou cinco minutos, o que representa uma grande velocidade.”

Radio Atlantico 2

A lava escorre a grande velocidade – Radio Atlantico/Facebook

Toda a população de Chã das Caldeiras – que corresponde a 1.200 habitantes mais turistas, segundo Marisa Morais – foi retirada do local ao longo do dia de domingo e na manhã de segunda-feira ainda estão a retirar os animais que se encontram no local, informou Arlindo Lima. A Proteção Civil conta com o apoio das câmaras municipais e de forças militares para cumprir o plano de emergência que inclui não só a evacuação do local, mas também o realojamento das pessoas. A população de Chã das Caldeiras foi realojada nas casas construídas em 1995, após a última erupção deste vulcão, e nas casas construídas no âmbito do programa Casa para Todos.

https://twitter.com/rafaelasf7/status/536602972692938752

A atividade sísmica diminuiu desde domingo, não havendo registos esta segunda-feira. E prevê-se que os fumos da erupção, que no domingo já tinham chegado aos nove quilómetros, agora estejam ainda mais altos.

Apesar do estado de contingência incluir, segundo a ministra, a ilha Brava, Arlindo Lima confirmou que neste momento não se prevê que o vulcão da ilha também entre em erupção.

https://twitter.com/denise1440/status/536661658341765120

A Radiotelevisão Cabo-verdiana partilhava no domingo à noite imagens do vulcão em erupção e da evacuação do local.