A notícia corre o risco de entristecer os fãs mais acérrimos do espião britânico 007, mas o certo é que na próxima aventura cinematográfica, que deve chegar ao grande ecrã no final de 2015, há uma possível troca de veículos que está a dar que falar. O Aston Martin, facilmente associado à figura de James Bond, vai ser alegadamente substituído por um Fiat 500, segundo a imprensa internacional.

A escolha do modelo da marca italiana está relacionada, segundo consta, com o local onde a história se desenrola, com Roma a assumir o cenário de fundo na longa-metragem. O “muito apreciado” Aston Martin DB5, relembra o Mirror, conheceu um fim dramático no último filme, Skyfall, ao explodir em pleno clímax do enredo. O Fiat 500 não foge à regra e, apesar de ainda não ser conhecido o nome da nova aventura de James Bond, deverá ser esmagado próximo do Vaticano, na sequência de uma perseguição pelas ruas da cidade (as cenas deverão ser filmadas entre fevereiro e março de 2015).

Falar de 007 é também falar de carros, com o Aston DB5 a aparecer várias vezes nos filmes que relatam as missões da personagem criada por Ian Fleming. A estreia aconteceu na terceira longa-metragem, em Contra Goldfinger de 1964, numa altura em que o ator escocês Sean Connery dava vida ao apelido “Bond”. Diz ainda a marca britânica apostada em veículos desportivos de luxo que aquele foi o começo de uma relação que já dura há cerca de 50 anos. Mas também os Bentleys e os Chevrolet tiveram uma dose de protagonismo — o primeiro veículo a ser conduzido por 007 no grande ecrã, em Agente Secreto, foi um Chevrolet Bel Air.