11 artistas urbanos de diferentes países foram convidados a conceber um vídeo para cada canção do mais recente álbum dos U2, Songs of Innocence. O filme completo vai ser lançado na terça-feira mas “Raised by Wolves”, que ficou a cargo do artista português Vhils, já chegou à internet.

O site Nowness teve acesso ao vídeo de “Raised by Wolves” e disponibiliza a versão completa, com 4’12” minutos aqui, durante 24 horas.

safe_image

O vídeo foi filmado com animais 40% lobos e 60% cães checos. ©D.R.

O vídeo “foi filmado nas antigas instalações da Lisnave, em Cacilhas, Almada”, disse o artista de 27 anos ao Observador. “Pediram-me para produzir a minha visão de um dos temas do novo álbum. A faixa que me foi atribuída foi muito bem escolhida. Tanto a letra desta como o próprio imaginário do projeto, que tinha como referência os murais políticos da Irlanda do Norte, sintonizaram-se perfeitamente com o meu trabalho que teve as suas origens na Margem Sul”, explicou.

Vhils, nome artístico de Alexandre Farto, foi buscar inspiração aos murais políticos do pós 25 de Abril. “Que apanhei já velhos e decadentes”, disse. No entanto, “estes deixaram uma grande marca” no início do percurso do artista, “tanto como pessoa quanto como artista”.

A parceria entre Vhils e os U2 aconteceu por convite. “Eles já acompanhavam o meu trabalho há algum tempo e fizeram o convite através da Lazarides, a galeria com quem trabalho em Londres”. A mesma que representa Banksy. “Na altura apanharam-me a meio das férias, após um período muito intenso de trabalho que tinha culminado na minha exposição individual na Fundação EDP, mas não hesitei. O trabalho deles sempre me influenciou bastante, desde a primeira vez que ouvi “Sunday Bloody Sunday”, por isso a escolha não foi difícil”, contou.

“Gosto muito de todo o trabalho e do facto de nunca terem perdido a capacidade de surpreender assim como do seu ativismo social, que poucas bandas têm nos dias de hoje, por isso considero-me fã”, disse.

Vhils já tinha realizado outros vídeos musicais, para os Orelha Negra, Buraka Som Sistema e Macacos do Chinês. Há algum tempo colaborou com o rapper Chullage.

Para além de Vhils, os U2 convidaram também os artistas Robin Rhode, D*Face, Mode 2, Chloe Early, Ganzeer, Maser, Roa, DALeast, Todd James e Oliver Jeffers, irlandês que já tinha pintado Nelson Mandela para a capa do single “Ordinary Love”. 11 artistas, um para cada canção do novo álbum, lançado no assado dia 9 de setembro.