Jacques e Gabriella, os futuros príncipes do Monaco já foram apresentados aos súbditos. O site do Palácio monegasco divulgou fotografias dos bebés ao colo dos pais, ele de babygrow azul, ela de babygrow cor de rosa, num postal muito natalício.

São os primeiros filhos do casamento do príncipe Alberto II aos 56 anos com Charlene, ex-nadadora olímpica (36 anos). Fica assim mais completa a família daquele que até há três anos era um dos solteiros mais cobiçados do mundo.

Os gémeos nasceram no dia 10 de dezembro ao fim do dia e a sua chegada ao mundo foi anunciada com uma salva de 42 tiros de canhão – a tradição monegasca diz que quando nasce um bebé real devem ser ouvidos 21 tiros. Já desde o século XIII que não havia gémeos na família real.

Até ao momento do nascimento, Alberto não quis saber o sexo dos bebés e o candidato ao trono seria “escolhido” pelo médico, durante a cesariana, para nascer primeiro. Mas uma vez que são de sexo diferente a questão não se coloca – no Mónaco o menino herda automaticamente o trono.