As equipas de resgate do avião da AirAsia, que se despenhou no mar de Java a 28 de dezembro, detetaram hoje sons emitidos pelas caixas negras, que contêm os registos do voo. “Um barco detetou os sons. Os mergulhadores estão a tentar chegar a elas”, declarou à AFP o responsável pelas operações, Java, S.B Supriyadi, referindo-se às caixas negras.

“A localização dos sons estaria próxima do local onde a cauda do avião foi encontrada”, acrescentou.

O voo QZ8501 descolou da cidade indonésia de Surabaia, na ilha de Java, a 28 de dezembro e tinha previsto aterrar cerca de duas horas depois em Singapura, mas caiu no Mar de Java cerca de 40 minutos depois do início do voo. A bordo seguiam 155 indonésios, três sul-coreanos, um britânico, um francês, um malaio e um natural de Singapura.

O piloto solicitou à torre de controlo na Indonésia autorização para virar à esquerda e subir dos 32.000 para os 38.000 pés para evitar uma tempestade. A torre de controlo autorizou o desvio à esquerda, mas quando a tentou o contacto de autorização de subida até aos 34.000 pés já não obteve resposta do avião.