Nome difícil de pronunciar para o comum mortal e um rosto peculiar que já conquistou diferentes gerações de mulheres. Não, não é exagero: a New York Magazine chama-lhe o “namorado coletivo” da Internet e a expressão “cumberbitch” ganhou vida própriaAparece em capas de revistas, as mulheres seguem os seus movimentos no Twitter, através da hashtag #Cumberwatch, e até criam cupcakes à sua imagem e semelhança. Mais recente, há uma linha de roupa inteiramente dedicada à estrela. “Benedict Cumberbatch está em todo o lado”, diz a Vox.

Afinal, o que é que o Cumberbatch tem? Foi há mais de quatro anos que tudo aconteceu, quando uma minissérie com o rótulo da BBC estreou no pequeno ecrã e projetou o ator britânico para a estratosfera do sucesso global. Sem aviso prévio, “Sherlock”, a adaptação televisiva de um dos detetives ficcionais mais populares de sempre, transformou Cumberbatch numa estrela. Depois de a primeira temporada da série ter estreado em solo norte-americano, o Wall Street Journal escrevia “É fácil de esquecer o passado, o atual Sherlock, divertido ainda que ingénuo, é tão maravilhosamente estranho”; já o New York Times abordava os “penetrantes olhos cinzentos” e a “arrogância divertida” do ator/personagem.

Filho dos atores Wanda VenthamTimothy Carlton, Benedict Timothy Carlton Cumberbatch frequentou dois colégios internos e, mais tarde, ingressou na Universidade de Manchester para se dedicar à arte da expressão dramática. Apesar de tamanha euforia alheia, o ator não é particularmente conhecido por interpretar papéis de cariz sexual, salvo algumas exceções (como a cena de sexo de cinco segundos que protagonizou na minissérie “Parade’s End”). Ao invés, personagens intelectuais têm sido uma “preferência”, sendo que Sherlock Holmes constitui, muito provavelmente, o exemplo máximo. Ao longo de 14 anos de carreira — que incluem 29 filmes, 21 programas de televisão, 16 produções teatrais e 48 nomeações (com 17 vitórias) — ele nunca protagonizou um romance.

Diz a Elle que Cumberbatch é um ator de alto calibre, capaz de roubar atenções em blockbusters ao estilo de Hollywood — como daquela vez em que fez de Khan no filme “Além da escuridão: Star Treck” ou quando contracenou ao lado de Meryl Streep e Julia Roberts em “Um quente agosto”. Mas o maior destaque vai inevitavelmente para sua participação em “O Jogo da Imitação”, trabalho que lhe poderá valer um Óscar de Melhor Ator no próximo dia 22 de fevereiro. No enredo em questão, o ator interpreta Alan Turing, um matemático brilhante em plena Segunda Grande Guerra.

Estrutura óssea acentuada, olhar penetrante e uma voz carismática, a qual emprestou ao dragão Smaug na trilogia cinematográfica “O Hobbit”, ajudam à fama crescente entre a população feminina. De tal forma que Cumberbatch contou à CTVnews que já alguns namorados se aproximaram dele para explicar que as respetivas namoradas são obcecadas pelo próprio — ao que o ator responde um sincero “Sinto muito”.

As suas fãs são conhecidas pelo nome “Cumberbitches”, o qual Benedict desaprova. Não faz muito tempo disse à apresentadora norte-americana Ellen DeGeneres que queria que as fãs arranjassem uma expressão que desse mais poder à condição feminina. Em entrevista ao talk-show em questão, comentou: “Definitivamente não fui eu [que inventei o nome]. Isso é parte do meu problema. Eu disse: ‘Senhoras, isto é maravilhoso. Sinto-me muito lisonjeado, mas isto não é fazer com que o feminismo retroceda um pouco?'”.

As fãs responderam-lhe de volta a explicar que não tinham qualquer intenção negativa face ao movimento e que simplesmente estavam a divertir-se com o apelido algo caricato. O certo é que a expressão “Cumberbitch” foi recentemente associada a uma linha de roupa: a marca de moda Poprageous, sediada em Los Angeles, criou uma coleção assim batizada que inclui crop tops e leggins, diz a Time. A cara do ator encontra-se impressa no tecido e é repetida ao longo do padrão.

Com o interesse de tantas mulheres, é caso para perguntar como vai a vida amorosa do ator? Olivia Poulet foi a mulher e colega de profissão que namorou com Benedict durante 12 anos, e a quem se seguiu a também atriz Sophie Hunter, de 36 anos. Recentemente foi noticiado que Hunter e Cumberbatch estão noivos — o ator fez um pedido de casamento tradicional, através da publicação de um anúncio à moda antiga nos classificados — e à espera do primeiro filho — a novidade tornou-se de tal forma viral que provocou as mais diversas reações na internet, com a rede social Twitter a acumular mensagens de congratulações, lamentos e comentários hilariantes… não fosse ele o namorado da Internet.