Tem acesso livre a todos os artigos do Observador por ser nosso assinante.

Paulo Pereira Cristóvão vai ficar em prisão preventiva. O antigo inspetor da Polícia Judiciária e vice-presidente do Sporting está indiciado por um crime de roubo qualificado, três crimes por sequestro e um por associação criminosa.

As medidas de coação foram conhecidas esta tarde, depois de determinadas pelo juíz Carlos Alexandre e lidas pela juíza presidente da comarca de Lisboa, Amélia Correia de Almeida.

‘Mustafa’, um dos elementos da claque Juventude Leonina, também fica em prisão preventiva.

Outro dos suspeitos, o fotógrafo Nuno Lobito, fica sujeito à medida de coação menos grave, termo de identidade e residência.

PUB • CONTINUE A LER A SEGUIR