Portugal é um dos 57 membros fundadores do novo banco internacional proposto pela China, o Asian Infrastructure Investment Bank (AIIB), anunciou esta quarta-feira o ministério chinês das Finanças.

Visto inicialmente em Washington como um desafio à ordem financeira internacional e uma espécie de concorrente do FMI (Fundo Monetário Internacional) e do Banco Mundial, o AIIB será formalmente estabelecido ainda este ano com um capital de 50.000 milhões de dólares e sede em Pequim.