Uma coisa é certa: se já tivesse o KardBlock, não estaria a ler este artigo. Para quem não quer estar a par dos Kardashians — tal como sugere o programa televisivo que relata o dia-a-dia do clã, Keeping up with the Kardashians –, há uma solução que está à distância de um clique. Chama-se KardBlock e funciona tal qual o AdBlock, mas em vez de bloquear os anúncios que facilmente encontramos pela Internet fora, corta por completo todos os conteúdos que apenas dizem respeito aos Kardashian.

“Nós não queremos saber com quem estão ou não os Kardashians a dormir. Nós não queremos saber se a Kim pintou o seu cabelo de loiro. Nós não queremos saber dos Kardashian”, lê-se no site que dá a conhecer ao mundo esta extensão de browser, cuja autoria é da empresa Chameleon, dedicada às redes sociais.

A ideia principal é tornar a Internet “num lugar melhor” e dar oportunidade de visualização às “notícias reais”. Ainda assim, a equipa responsável pelo KardBlock não exclui a importância da sensibilização para a transexualidade, da qual Bruce Jenner é protagonista, ou a angariação de fundos a propósito do terramoto no Nepal — Kim Kardashian esteve entre as celebridades que apelaram à causa.

Usufruir do KardBlock é muito simples. Basta aceder ao respetivo site e fornecer o e-mail individual para que todas as notícias relacionadas com Kim e o seu parentesco desapareçam por completo. “Você nunca vai ficar a saber das histórias sobre os Kardashians porque nunca as vai ver”, acrescenta James Shamsi, o fundador da empresa criadora do projeto.

Apesar de esta não ser a primeira vez que surge um projeto semelhante (há alguns anos, um plug-in para o Chrome chamado Silence of the Celebs prometia apagar os vestígios online de celebridades), o KardBlock está a ter boa aceitação nas redes sociais. O que acontecerá, então, quando a Chameleon cumprir a próxima promessa, isto é, quando bloquear todos os conteúdos relacionados com o cantor canadiano Justin Bieber?

PS: Por motivos profissionais, não testámos o KardBlock.