Já não há símbolos da monarquia na sala plenária da Câmara Municipal de Barcelona. O busto do rei Juan Carlos I foi retirado a pedido de Ada Colau – a autarca eleita pelo Barcelona en Comú, que integra o Podemos. A decisão vem na sequência de uma medida requerida pela nova presidente da Câmara de Barcelona, que pretende rever a presença da monarquia nos edifícios municipais e nas ruas da cidade.

“Há uma sobredimensão simbólica da Monarquia que contrasta com uma subrepresentação de outras tradições mais típicas de Barcelona”, explicou ao El País o vice-presidente da Câmara, Gerardo Pisarello, avançando que o busto de Juan Carlos I, que abdicou do trono em 2014, “deve ir para o Museu de História de Barcelona”.

Para a presidente de Barcelona, Ada Colau, eleita há menos de dois meses, a presença do busto de Juan Carlos I era uma “anomalia”, uma vez que o rei, neste momento, é Felipe e não Juan Carlos.

De momento não há busto na sala plenária, algo que é inconstitucional. Um regulamento de 1986 exige a presença de uma escultura monárquica naquela divisão do município. Mas Colau garante que a câmara também não cumpria o regulamento ao ter o busto de Juan Carlos I.

Será que vão colocar uma estátua que represente Felipe VI? “Ainda não temos nenhuma escultura dele”, disse uma fonte da Câmara de Barcelona ao El País. Para já, Pisarello garantiu que “vão falar com a oposição para encontrar uma decisão consensual” em relação ao espaço, agora vazio, reservado a uma escultura monárquica.

Veja aqui o momento em que é retirado o busto de Juan Carlos I:

https://www.youtube.com/watch?v=vqSrgW0mlh8