459kWh poupados com o Logótipo da MEO Energia Logótipo da MEO Energia
i

A opção Dark Mode permite-lhe poupar até 30% de bateria.

Reduza a sua pegada ecológica.
Saiba mais

Logótipo da MEO Energia

Adere à Fibra do MEO com a máxima velocidade desde 29.99/mês aqui.

Hulk, o futebolista, também tem super-poderes

Este artigo tem mais de 5 anos

Que o jogador brasileiro tem muita força já todos sabemos - que o digam os guarda-redes que o defrontaram na carreira. Mas, num vídeo, Hulk mostra uma força digna de um super-herói.

Tal como a personagem da Marvel, o melhor, para os adversários, é mesmo não provocar o jogador: fica o aviso por vídeo
i

Tal como a personagem da Marvel, o melhor, para os adversários, é mesmo não provocar o jogador: fica o aviso por vídeo

Tal como a personagem da Marvel, o melhor, para os adversários, é mesmo não provocar o jogador: fica o aviso por vídeo

Tem acesso livre a todos os artigos do Observador por ser nosso assinante.

Que o brasileiro Hulk tem uma força dos diabos já todos sabemos – basta ver os seus jogos e os seus potentes remates, que já resultaram em golos de antologia. No FC Porto, por exemplo, foram mais de 70: e no Zenit de André Vilas Boas não tem mostrado menos poder.

https://www.youtube.com/watch?v=QucUXLc5JgU

Mas dizer que o futebolista e internacional brasileiro tem uma força digna do super-herói com o mesmo nome já é algo que poucos arriscariam. Este ano, porém, as dúvidas foram desfeitas: um vídeo, partilhado pelo Jornal da Band (um telejornal brasileiro), mostra Givanildo Vieira de Souza a cometer várias proezas dignas da personagem da Marvel.

Desde conseguir partir uma parede com um simples comando de playstation a rebentar uma bola com um simples pontapé, as proezas são muitas: veja-as por si e diga lá se este rapaz de 29 anos tem ou não tem uma força sobrenatural:

Hulk ganha superpoderes e agita a rotina do time russo Zenit. >>>>

Publicado por Jornal da Band em Sábado, 1 de agosto de 2015
A página está a demorar muito tempo.

Ofereça este artigo a um amigo

Enquanto assinante, tem para partilhar este mês.

A enviar artigo...

Artigo oferecido com sucesso

Ainda tem para partilhar este mês.

O seu amigo vai receber, nos próximos minutos, um e-mail com uma ligação para ler este artigo gratuitamente.

Ofereça artigos por mês ao ser assinante do Observador

Partilhe os seus artigos preferidos com os seus amigos.
Quem recebe só precisa de iniciar a sessão na conta Observador e poderá ler o artigo, mesmo que não seja assinante.

Este artigo foi-lhe oferecido pelo nosso assinante . Assine o Observador hoje, e tenha acesso ilimitado a todo o nosso conteúdo. Veja aqui as suas opções.

Atingiu o limite de artigos que pode oferecer

Já ofereceu artigos este mês.
A partir de 1 de poderá oferecer mais artigos aos seus amigos.

Aconteceu um erro

Por favor tente mais tarde.

Atenção

Este artigo só pode ser lido por um utilizador registado com o mesmo endereço de email que recebeu esta oferta.
Para conseguir ler o artigo inicie sessão com o endereço de email correto.