Universidades

Catedrático de química Adélio Mendes vence Prémio Universidade de Coimbra 2016

Adélio Mendes, investigador, catedrático da Faculdade de Engenharia do Porto, na área de química, e professor convidado da Universidade de Aarhus (Dinamarca), é o vencedor do Prémio Universidade de Coimbra 2016.

Adélio Mendes, investigador, catedrático da Faculdade de Engenharia do Porto, na área de química, e professor convidado da Universidade de Aarhus (Dinamarca), é o vencedor do Prémio Universidade de Coimbra 2016, anunciou o reitor João Gabriel Silva.

Adélio Mendes “é uma pessoa com um percurso notável”, que “tem uma atividade letiva por todos reconhecida, uma atividade científica de centenas de artigos nos melhores locais de publicação internacional” e ainda uma ligação ao tecido económico absolutamente invulgar”, disse o reitor da Universidade de Coimbra (UC), João Gabriel Silva.

Autor de várias patentes, designadamente daquela que, “até ao momento, foi vendida por um preço mais elevado em Portugal”, Adélio Mendes também tem estado “envolvido no lançamento de várias empresas”, sublinhou João Gabriel Silva, que falava hoje, ao final da manhã, na Sala do Senado da Reitoria da UC, para anunciar o vencedor da edição deste ano do galardão, no valor de 25 mil euros.

Partilhe
Comente
Sugira
Proponha uma correção, sugira uma pista: observador@observador.pt
Ciência

Carreiras e micro-ondas

Gonçalo Leite Velho
208

A verdade é que quem tem qualidade mantém todas as reservas sobre o rumo da política de Ciência em Portugal. É que o clientelismo e o nepotismo são apenas parte de um sistema mal desenhado.

Economia

O Professor como SCRUM master

José Crespo de Carvalho

Na aula, o professor é o facilitador que coloca a bola em jogo e permite que a sua turma, ou a sua equipa, esteja ao seu melhor nível e dê o seu máximo rendimento. 

Universidades

Armando Rocha Trindade

João Araújo
276

Quando passam 30 anos sobre a fundação da Universidade Aberta, lembro Rocha Trindade, um português extraordinário, um homem capaz de estudar e realizar segundo o lema do Infante: Talant de bien faire.

caderno de apontamentos

Seremos livres? /premium

Maurício Brito
636

Os resultados a que chegámos permitem-nos afirmar que a despesa com a recuperação total do tempo de serviço dos professores rondaria os 300 milhões de euros – metade do valor que o governo apresenta.

Só mais um passo

1
Registo
2
Pagamento
Sucesso

Detalhes da assinatura

Esta assinatura permite o acesso ilimitado a todos os artigos do Observador na Web e nas Apps. Os assinantes podem aceder aos artigos Premium utilizando até 3 dispositivos por utilizador.

Só mais um passo

1
Registo
2
Pagamento
Sucesso

Detalhes da assinatura

Esta assinatura permite o acesso ilimitado a todos os artigos do Observador na Web e nas Apps. Os assinantes podem aceder aos artigos Premium utilizando até 3 dispositivos por utilizador.

Só mais um passo

Confirme a sua conta

Para completar o seu registo, confirme a sua conta clicando no link do email que acabámos de lhe enviar. (Pode fechar esta janela.)