Cerca de 5.300 alunos do 4.º ano de escolaridade, de 220 escolas, começam, esta segunda-feira, a realizar os exames internacionais de literacia da leitura – PIRLS e ePIRLS.

O PIRLS ( Progress in International Reading Literacy Study ) é um estudo internacional, aplicado de cinco em cinco anos, que avalia a compreensão da leitura dos alunos do 4.º ano de escolaridade. Este exame permite analisar tendências dos resultados e fazer uma caracterização dos ambientes familiar e escolar em que os alunos aprendem a ler nos vários países.

Este ano, pela primeira vez, os alunos farão também o ePIRLS que avaliará a literacia de leitura em formato digital, “com o objetivo de avaliar se as crianças desta faixa etária conseguem ler e utilizar a informação que leem online”, explica o Ministério da Educação, em comunicado. “Os resultados vão permitir aferir se estes alunos têm capacidade e competências para utilizar as novas tecnologias de informação (por ex. e-books) em processos de ensino e aprendizagem.”

A par dos testes serão ainda aplicados questionários que recolhem informação de contexto e outros fatores que podem influenciar o desempenho em literacia de leitura.