“A República Árabe Síria anuncia que aceita a cessação das hostilidades, com base na continuação das operações militares para lutar contra o terrorismo do Daesh [nome árabe do EI], a Frente Al-Nosra e os outros grupos terroristas que estão relacionados, em conformidade ao anúncio russo-norte-americano”, indicou o Ministério dos Negócios Estrangeiros sírio, em comunicado.