A gigante de entretenimento americana Walt Disney Corp. disse esta segunda-feira que o diretor de operações Thomas Staggs, visto como o provável sucessor do atual presidente-executivo, Bob Iger, vai deixar o cargo no próximo mês.

Staggs, que anteriormente serviu como diretor financeiro e chefe de divisão dos parques e resorts da Disney, era visto como o favorito para substituir Iger, que tem a sua saída programada para daqui a dois anos. Nenhuma razão foi dada para a sua partida, mas a Disney deixou claro que está à procura de outro substituto para Iger. Em fevereiro de 2015, a Disney promoveu Staggs a chefe de operações.

“Staggs contribuiu imensamente para o sucesso desta empresa. Estou orgulhoso do que conseguimos juntos, muito grato pelo privilégio de ter trabalhado com ele e confiante de que ele vai ser um enorme sucesso em qualquer oportunidade que escolha agarrar”, afirmou Iger.

A mudança acontece numa altura em que a Disney enfrenta perguntas difíceis sobre o futuro da sua rede de desporto, ESPN, dadas as mudanças no negócio de transmissão por cabo. Por outro lado a Disney prepara-se também para revelar a Disneylândia de Xangai.

Após o anúncio da demissão de Staggs as ações da Disney caíram 1,8%, para 96,95 dólares.