As ações do BPI reabriram a cair 9,3% para 1,08 euros, negociando pela primeira vez desde dia 8 de abril. O regulador do mercado, a CMVM, decidiu esta terça-feira levantar a suspensão da negociação das ações, minutos depois de o banco emitir um comunicado em que diz que não está a pagar qualquer multa diária e que aguarda decisão do BCE.

Enquanto as ações estiveram suspensas, fracassaram as negociações entre Isabel dos Santos e o CaixaBank para resolver o problema da concentração de riscos num país — Angola — que perdeu a equivalência de supervisão aos olhos do BCE.

Na sessão desta terça-feira, o preço das ações do BPI fecharam em 1,10 euros, abaixo dos 1,113 euros por ação que o CaixaBank está a oferecer na Oferta Pública de Aquisição (OPA). Durante a sessão fizeram-se negócios entre 1,08 euros e 1,117 euros.