O Hyperloop, o novo comboio supersónico, já começou a dar os primeiros passos (muoto rápidos), com a apresentação pública de um teste do protótipo. O teste foi feito esta quarta-feira no Nevada. A ideia de um meio de transporte supersónico terrestre foi proposta por Elon Musk, diretor da SpaceX e da Tesla Motors, em 2014 e uma equipa começou a desenvolver o projeto.

O teste ao Hyperloop aconteceu num deserto do Nevada, onde a cápsula acelerou até aos 187km/h em apenas 1.1 segundos. Em baixo pode ver o vídeo do teste em câmara lenta.

View this post on Instagram

Slow-mo of HyperloopOne test

A post shared by Roberto Baldwin (@strngwys) on

O The Guardian acrescentou que a Hyperloop One e a SNCF (empresa nacional de carris francesa) estão envolvidas no desenvolvimento do projeto. O Hyperloop deverá conseguir percorrer uma distância de 600 quilómetros em meia hora e atingir os 1.223 quilómetros por hora. Isto equivale a ir de Lisboa a Madrid em apenas 30 minutos.

O Hyperloop funciona através de uma cápsula que é impulsionada a alta velocidade através de um tubo. A cápsula utiliza um sistema de levitação magnética passiva, um sistema que utiliza ímanes para fazer a cápsula levitar, sem precisar de se gastar eletricidade. Estes ímanes alimentam-se a si próprios através do movimento, tornando-se este meio de transporte autossuficiente, sem contar com o sistema de propulsão. A cápsula deslocar-se à através de um tubo de vácuo transparente – a ausência de ar anula o atrito, fazendo aumentar a velocidade da cápsula.

No dia do teste, a Hyperloop apresentou novos parceiros entre os quais a Deutsche Bahn Engineering & Consulting e o grupo de consultoria de engenharia britânico Arup.