Dark Mode 45,3 kWh poupados com o MEO
i

A opção Dark Mode permite-lhe poupar até 30% de bateria.

Hoje é um bom dia para mudar os seus hábitos. Saiba mais

Quem são as vítimas do tiroteio de Orlando?

Pessoas normais com vidas normais. Gostavam de se divertir, de estar com os amigos, de trabalhar. Foram assassinadas violentamente na madrugada de domingo.

i

Gerardo Mora/Getty Images

Gerardo Mora/Getty Images

São 49 nomes, 49 histórias. Apesar das muitas diferenças que tinham em vida, uma coisa une estes 49 nomes: todos eram de alguém que morreu no tiroteio mais mortífero da História dos Estados Unidos da América. Foi na madrugada de domingo que pelo menos um homem entrou na discoteca gay Pulse, em Orlando, e disparou indiscriminadamente. Morreram 49 pessoas. Estas são as suas histórias.

Artigo em atualização, à medida que se forem conhecendo mais pormenores

Edward Sotomayor Jr.

34 anos

10391655_1651128895140716_5102231793140520639_n

Entre a comunidade gay, Edward era mundialmente conhecido. Isso mesmo diz o seu patrão, Al Ferguson, que é dono de uma das mais importantes agências de viagens para homossexuais dos Estados Unidos. Edward Sotomayor era gestor dessa agência, um emprego que lhe permitia estar frequentemente a viajar, uma das grandes paixões da sua vida.

Sotomayor, cuja imagem de marca era uma cartola preta, era frequentador assíduo das noites latinas do Pulse. Na noite de sábado, Edward conseguiu esconder-se durante algum tempo antes de ser abatido. Do esconderijo, enviou algumas mensagens ao namorado, que estava na rua, mas a partir de certa altura deixou de dar notícias. Na manhã de domingo, durante uma conferência no hospital de Orlando, Al Ferguson e os amigos de Edward perceberam os motivos do silêncio.

Stanley Almodovar

23 anos

13417564_1248827808463758_2538756553041173603_n

De origem porto-riquenha, Stanley Almodovar era técnico farmacêutico em Orlando e faria 24 anos no fim deste mês. A mãe, Rosalie Ramos, tinha-lhe preparado uma sopa de tomate para quando Stanley chegasse a casa, mas foi acordada às duas da manhã por um telefonema histérico. Segundo a própria contou ao jornal Orlando Sentinel, o filho era uma pessoa feliz com “um coração grande”.

Foi atingido por três tiros.

Juan Ramon Guerrero

22 anos

juan

Juan nunca foi muito dado a festas e a saídas noturnas, mas no sábado foi com o namorado Christopher à discoteca Pulse. O rapaz de 22 anos, que se tinha assumido como homossexual há cerca de dois, morreu com vários tiros. Do namorado ainda não há notícias. Segundo um primo de Juan Ramon, este era “uma pessoa fantástica” que estava há poucos meses na universidade, ainda a tentar escolher um caminho académico.

Já Christopher tem um passado ligado ao ativismo homossexual. A mãe, entrevistada pelo canal de televisão ABC, fez um emocionado apelo ao fim do ódio. “Por favor, vamos todos dar-nos bem. Estamos neste mundo por tão pouco tempo, vamos tentar livrar-nos do ódio e da violência, por favor”, disse Christine Leinonen.

Peter O. Gonzalez-Cruz

22 anos

580340_10206995347336089_8313209512250175897_n

Conhecido entre família e amigos como “Ommy”, Peter trabalhava na empresa de logística UPS e vivera grande parte dos seus 22 anos em Nova Jérsia. Ao jornal Tampa Bay Times, a tia recorda-o como uma pessoa divertida e extrovertida. “Se o Peter não está na festa, ninguém quer ir”, diz Sonia Cruz, que até domingo à noite ainda manteve viva a esperança de que o sobrinho não tivesse morrido.

Foi à discoteca Pulse com o seu melhor amigo, Gilberto Ramon Silva Menendez, outra das vítimas.

Luis Vielma

22 anos

501156468_17397726_8col

Apaixonado pelo mundo de Harry Potter, Luis Vielma adorava o seu trabalho no parque de diversões dos estúdios Universal, em Orlando, onde era o responsável pela atração dedicada ao mundo daquele feiticeiro. J. K. Rowling, autora da saga, colocou no Twitter uma homenagem a Luis Vielma, afirmando mesmo que não conseguia “parar de chorar”.

Segundo amigos ouvidos tanto pelo Orlando Sentinel como pelo Tampa Bay Times, Luis era uma pessoa “divertida e querida” que “só queria fazer os outros sorrir”.

Amanda Alvear

25 anos

amandaalvear_8col

Técnica farmacêutica de profissão, Amanda sentia-se orgulhosa da transformação física por que passou nos últimos dois anos — perdeu 8o quilos e deixou tudo documentado em inúmeras fotografias. O irmão, Brian, recorda-a como uma amante de moda que gostava de vestir-se bem e de mimar as sobrinhas com roupa. Foi com elas, aliás, que Amanda passou as últimas horas de vida, antes de se dirigir ao Pulse com amigos.

Brian sentiu que algo não estava bem quando soube que Amanda não tinha telefonado aos pais, como era hábito sempre que ia sair.

Kimberley Morris

37 anos

13256289_10100316379913970_7405274946938595029_n

Conhecida como KJ, Kimberley estava em Orlando há apenas dois meses e fora contratada como porteira/segurança do Pulse muito recentemente. Uma ex-namorada disse ao Orlando Sentinel que Kimberley estava muito entusiasmada com a mudança para esta cidade da Florida, onde esperava poder envolver-se mais ativamente no movimento LGBT. “Posso dizer que o céu ganhou um anjo”, afirmou Starr Shelton.

Além do emprego na discoteca, KJ dedicava-se ainda ao basquetebol e ao MMA (artes marciais mistas).

Eric Ivan Ortiz Rivera

36 anos

ericrivera_8col

Como muitos porto-riquenhos, Eric trocou o estado de origem pela Florida, onde esperava ter mais oportunidades de evoluir na carreira. Tinha formação em comunicação e trabalhava na área do merchandising. Um amigo disse aos meios de comunicação norte-americanos que Eric não costumava frequentar discotecas, mas que no sábado foi a uma festa de amigos e acabou por acompanhá-los ao Pulse. Desse grupo de sete pessoas, pelo menos três perderam a vida.

Eddie Justice

30 anos

eddiejustice_8col

Por esta altura, a história de Eddie Justice no Pulse é uma das mais conhecidas do tiroteio. Às duas da manhã, ele enviou uma mensagem de texto à mãe: “Mamã, adoro-te.” Depois, Eddie descreveu o terror que se vivia no interior da discoteca. Durante os 45 minutos seguintes, Eddie esteve escondido numa casa de banho e foi dando alguns pormenores do que se estava a passar. A mãe, Mina Justice, foi uma das várias pessoas que chamou a polícia.

A última mensagem que Mina Justice recebeu do filho dizia: “Ele vem aí. Vou morrer”.

Luis Daniel Lestat Wilson-Leon

37 anos

luiswilsonleon_8col

Também originário de Porto Rico, Luis Wilson-Leon é descrito por um amigo de infância como alguém que sempre foi diferente e que, por isso, sofria bullying de colegas e amigos na terra natal. Ouvido pelo Orlando Sentinel, Daniel Gmys-Casiano afirma que não sabia que Luis era homossexual e que o admirava por ter saído de Porto Rico sem quase saber uma palavra de inglês.

Luis Wilson-Leon tinha uma relação com Jean Carlos Mendez Perez, de 35 anos, há cerca de oito. Morreram ambos no ataque ao Pulse.

Jean Carlos Mendez Perez

35 anos

Um dia, Luis Daniel entrou na perfumaria em que Jean Carlos trabalhava e os dois apaixonaram-se. Nos oito anos seguintes, partilharam a vida um com o outro — e morreram juntos. Descrito pelos colegas como uma pessoa divertida e sempre com uma piada pronta a contar, Jean Carlos também era de origem porto-riquenha e gostava de se vestir bem, de cheirar bem e de estar em forma. O gosto por perfumes era tanto que Jean Carlos estava constantemente a experimentar novas fragrâncias. Foi assim, aliás, que conquistou Luis Daniel: quando lhe vendeu um perfume Cartier.

Enrique Rios

25 anos

enriquerios_8col

Enrique Rios morava em Nova Iorque e estava em Orlando apenas para participar na festa de aniversário de um amigo. Atualmente era assistente social, mas já tinha trabalhado num dos aeroportos de Nova Iorque. Um primo, Erick Leon, descreve-o como “um anjo” que também era “divertido” e “fixe”.

Shane Evan Tomlinson

33 anos

13423903_1625117344483084_3051601850781919302_n

Horas antes de morrer no Pulse, Shane Tomlinson atuou num outro bar de Orlando com a sua banda Frequency. É descrito como um homem enérgico e vibrante, que dava um tom próprio aos espetáculos em que atuava.

Luis Omar Ocasio-Capo

20 anos

luis omar ocasio

Créditos:OmarCapo/Facebook

Tem sido identificado como uma das vítimas mais jovens do tiroteio de domingo de manhã. Era natural de Nashville, no estado do Tennessee. Mudou-se para Orlando com o objetivo de seguir carreira nas áreas da dança e da representação. “Estava a florescer a tornar-se um homem, ainda não era um adulto”, disse Leonarda Flores em relembrando o primo, ao site Fusion.

Trabalhava num café Starbucks e adorava dançar. A última imagem que deixou aos amigos foi um vídeo na rede social Snapchat a dançar na discoteca Pulse, conta o site Heavy.

Akyra Murray

18 anos

akyra murray

Akyra Murray tinha acabado de terminar o ensino secundário. Créditos: NBC10

Estava de férias com a família em Orlando, para comemorar a graduação do ensino secundário e visitar o irmão. A notícia de que Akyra Murray era uma das vítimas foi divulgada também no site da West Catholic Preparatory High School, em Filadélfia, onde estudava e jogava basquetebol. “Akyra era uma superstar e uma líder entre os seus colegas e companheiros de equipa. Era também uma estudante de mérito e foi a terceira melhor aluna do seu ano na escola”, lê-se no site da escola.

A jovem estava na discoteca Pulse com os primos e por volta das 2 horas da manhã mandou uma mensagem escrita à mãe para que a fosse buscar, dizendo que tinha havido um tiroteio, refere a cadeia de televisão NBC10. Akyra Murray foi atingida no braço e passou horas ferida e escondida na casa de banho.

Anthony Luis Laureano Disla

25 anos

anthony disla

Créditos: Tampa Bay Times

Nasceu em Porto Rico e mudou-se para há três anos para se tornar um bailarino e coreógrafo. Dançava desde os 10 anos de idade e sabia dançar um sem número de estilos, desde salsa até danças de salão, refere o jornal Tampa Bay Times. Estava na discoteca Pulse com dois companheiros de quarto, que também foram feridos no tiroteio, contou Ana Figueroa, prima de Anhtony, ao jornal Orlando Sentinel.

“Quero que as pessoas se lembrem Anthony como alguém que estava muito feliz e muito gentil”, disse Figueroa.

Christopher Joseph Sanfeliz

24 anos

sanfeliz

Créditos: Christopher Sanfeliz/Facebook

Trabalhava num banco em Tampa e foi lembrado por um ex-colega como “a pessoa mais positiva que eu já conheci”, escreve o jornal Tampa Bay Times. Christopher Sanfeliz era de origem cubana e a família vivia em Tampa desde a década de 1960.

O jovem cresceu numa casa modesta em Wessex Street, onde ainda morava.

Martin Benitez Torres

33 anos

martin benitez

Créditos: Martin B’nitez/Facebook

Morava na cidade de San Juan, em Porto Rico e estava em Orlando de visita à família. Antes do tiroteio publicou vários vídeos na sua página do Facebook onde dizia que tinha acabado de chegar à cidade.

Martin Torres era estudante na no Sistema Universitário Ana G. Méndez, em San Juan e uma porta-voz da universidade confirmou que Torres foi um dos vários alunos que foram vítimas do tiroteio.

Franky Jimmy Dejesus Velazquez

50 anos

jimmy dejesus

Créditos: Jimmy De Jesus/Facebook

Franky Velazquez é a vítima mais velha conhecida até agora. Era bailarino profissional de Jíbaro e natural de San Juan, em Porto Rico. Uma amiga disse em declarações ao jornal Orlando Weekly que o bailarino estava na discoteca Pulse som amigos, que o o tentaram salvar.

Segundo os relatos de quem estava com Franky Velazquez, no início muitas pessoas acharam que os tiros que se ouviram faziam parte da batida de música, até que começaram a ver pessoas alvejadas a cair.

Xavier Emmanuel Serrano Rosado

35 anos

xavier serrano

Créditos: Xavier E. Serrano/Facebook

Trabalhava na Disney Live, um espetáculo itinerante com personagens da Disney. Xavier Rosado tem um filho pequeno e era considerado um pai extremoso. Segundo um amigo, chegou a ser concorrente ao título de Mr. Gay EUA.

Dançava salsa e também trabalhava como bailarino num bar em Palm Beach.

Jonathan Antonio Camuy Vega

24 anos

jonathan camuy

Créditos: Jonathan A. Camuy/Facebook

Era jornalista e trabalhava no canal de televisão Telemundo. Ultimamente trabalhava como assistente de produção no mesmo canal. Jonathan Vega era natural de Porto Rico e vivia em Orlando. Estava integrado na equipa de produção do concurso de talentos La Voz Kids.

Darryl Roman Burt II

29 anos

darryl burt

Créditos: Darryl DJ Burt/Facebook

Cresceu no estado do Kentucky e vivia atualmente em Jacksonville, na Flórida. Trabalhava na Universidade de Keiser, no departamento de ajuda financeira a alunos seniores.

Darryl Burt tinha acabado de terminar um mestrado em Gestão de Recursos Humanos na Keller Graduate School of Management da Universidade DeVry e estava em Orlando a celebrar o fim do curso.

Gilberto Ramon Silva Menendez

25 anos

gilbert silva

Créditos: Silva Gilbert/Facebook

Trabalhava como associado de vendas na cadeia de lojas de conveniência Speedway e era natural de Manati, em Porto Rico. Estudava gestão de cuidados de saúde em Orlando, refere a sua página no Facebook.

Antonio Davon Brown

29 anos

antonio brown

Créditos: FAMU National Alumni Association (Official)/Facebook

Era militar na reserva do Exército norte-americano (US Armed Forces) e serviu em campanhas no Iraque e no Afeganistão. Foi estudante da Florida A&M University, onde estudou Direito Criminal.

A universidade já manifestou pesar pela morte do ex-militar no tiroteio da discoteca Pulse, em Orlando.

Leroy Valentin Fernandez

25 anos

Trabalhava como agente imobiliário na Auvers Village Apartments, uma empresa com sede em Orlando. Era natural de Ponce, em Porto Rico. Adorava dançar os movimentos que ele próprio coreografava e cantar versões de músicas de Beyoncé ou Jennifer Lopez, conta o Orlando Sentinel.

Estava na discoteca Pulse com o companheiro Xavier Serrano, outra das vítimas identificadas do ataque.

Juan Chavez-Martinez

25 anos

juan martinez

Créditos: Juan Chavez Martinez/Facebook

Era natural de Huichapan, no México. Atualmente vivia em Davenport e trabalhava na empresa de recursos humanos APDC que prestava serviços na Reunion Resorts em Kissimmee.

Os amigos contam que Juan Chavez-Martinez era patrão simpático e generososo, segundo o Orlando Sentinel. Os amigos e família pretendem fazer o luto fora dass luzes da ribalta conta o jornal.

Jerald Arthur Wright

31 anos

jerald

Créditos: Jerry Wright/Facebook

Trabalhava na Walt Disney World e estava na discoteca Pulse como um amigo, Cory James Connell, que celebrava o 21º aniversário e que também morreu no ataque.

https://twitter.com/__AMEH/status/742561174353498112

Segundo os colegas era uma pessoa tranquila e ” maravilhoso” com os visitantes do parque temático conta o Orland Sentinel.

Cory James Connell

21 anos

cory connel

Era estudante de jornalismo desportivo na Universidade de Valencia. Segundo a CNN, Cory Connell estava na discoteca com a namorada, que sobreviveu ao ataque.

Juan P. Rivera Velazquez

37 anos

juan rivera

Créditos: Juan P Rivera/Facebook

Era o proprietário do salão de cabeleireiro D’Magazine Salon and Spa. Ele estava na discoteca Pulse com o seu companheiro há 13 anos, Luis Conde. Estavam a celebrar o celebrar o aniversário de um amigo e ambos eram naturais de Porto Rico.

Luis D. Conde

39 anos

luis conde

Créditos: Luis D Conde/Facebook

Trabalhava no salão de cabeleireiro do companheiro, o D’Magazine Salon and Spa. Um amigo comum descreveu o casal como “dois seres humanos extraordinários”.

Tevin Eugene Crosby

25 anos

tevin crosby

Créditos: Tevin Crobsy/Facebook

O jovem de 25 anos era natural de Statesville, no estado da Carolina do Norte, nos EUA. Segundo o irmão, Chavis Crosby, Tevin era muito ambicioso e determinado.

Miguel Ángel Honorato

30 anos

miguel angel

Créditos: @jangelgonzalo/Twitter

Era originário da cidade de Guerrero, no México. Ele a família é proprietátio de quatros restaurantes na região de Orlando, Vivia nos Estados Unidos desde 1991 e morava em Apopka, a cerca de 27 quilómetros de Orlando. Tinha treŝ filhos de 15, 2 e 1 ano e era casado com Minerva Honorato, também mexicana. Tinha ido à discoteca com duas amigas, que escaparam ao tiroteio.

Jason Benjamin Josaphat

19 anos

jason

Créditos: Jason Bebe/Facebook

O jovem estudou no liceu de Skyline em Mesa, no Arizona. Atualemente estudava enfermagem na Orlando Valencia Community College. Jason Josaphat era natural de Fort Lauderdale, na Flórida, e os país tinham origem haitiana. Foi descrito pelos familiares como um jovem “brilhante e engraçado”.

Outras vítimas já conhecidas:

Deonka Deidra Drayton de 32 anos

Alejandro Barrios Martinez de 21 anos

Joel Rayon Paniagua de 32 anos

Jean C. Nives Rodriguez de 27 anos

Yilmary Rodriguez Sulivan de 24 anos

Paul Terrell Henry de 41 anos

Angel L. Candelario-Padro de 28 anos

Rodolfo Ayala-Ayala de 33 anos

Alejandro Barrios Martinez de 21 anos

Oscar A. Aracena-Montero de 26 anos

Simon Adrian Carrillo Fernandez de 31 anos

Mercedez Marisol Flores de 26 anos

Javier Jorge-Reyes de 40 anos

Brenda Lee Marquez McCool de 49 anos

Christopher Andrew Leinonen de 32 anos

Geraldo A. Ortiz-Jimenez de 25 anos

Links promovidos

Recomendamos

A página está a demorar muito tempo.