Dark Mode 165kWh poupados com o Asset 1
i

A opção Dark Mode permite-lhe poupar até 30% de bateria.

Reduza a sua pegada ecológica. Saiba mais

Logótipo da MEO Energia

Em direto: António Guterres em entrevista na ONU

António Guterres está a ser ouvido nas Nações Unidas esta terça-feira, em mais uma ronda de entrevistas para o cargo de secretário-geral da ONU. Siga a transmissão em direto.

i

UN Photo/Manuel Elias/LUSA

UN Photo/Manuel Elias/LUSA

O ex-primeiro ministro português e Alto Comissário para os Refugiados vai ser ouvido esta terça-feira em Nova Iorque, nas Nações Unidas, em mais uma ronda de entrevistas/debate para o cargo de secretário-geral da ONU.

Siga em direto:

Os 10 candidatos presentes foram divididos, através de um sorteio, em dois grupos e cada um terá uma hora para debater.

Guterres faz parte do primeiro grupo, no qual participam ainda Vesna Pusic, da Cróacia, Susana Malcorra, da Argentina, Vuk Jeremic, da Sérvia, e Natalia Gherman, da Moldávia.

No segundo grupo, participam Helen Clark, da Nova Zelândia, Danilo Turk, da Eslovénia, Christiana Figueres, da Costa Rica, Igor Luksic, de Montenegro, e Irina Bokova, da Bulgária.

Ao contrário do que acontecia no passado, em que estas sessões decorriam à porta fechada, os debates vão ser transmitidos em direto para todo o mundo, “a bem da transparência”, como fez questão de referir o presidente da Assembleia Geral, o dinamarquês Mogens Lykketotf.

Neste novo modelo, promovido em parceria com a cadeia de televisão Al-Jazeera, as entrevistas (em inglês) serão moderadas por dois jornalistas perante os embaixadores dos países representados nas Nações Unidas.

Mas, como refere a Rádio Renascença, fica por apurar a devida relevância da iniciativa, uma vez que a escolha para o cargo decorrerá da negociação de bastidores, nomeadamente entre os cinco membros permanentes do Conselho de Segurança: Estados Unidos, Rússia, China, Reino Unido e França.

Há um mês, o candidato português lançou a página oficial da candidatura: antonioguterres.gov.pt

O novo secretário-geral tomará posse no dia 1 de janeiro de 2017.

Recomendamos

A página está a demorar muito tempo.