A saga “Star Wars” tem intermináveis legiões de adeptos em tudo o mundo e o mais recente exemplo chegou-nos pela mão do 7.º filme, “O Despertar da Força”, que estreou no final de 2015. E num mundo em que há cada vez mais indivíduos a querer que o seu automóvel não se pareça com o do vizinho, por que não personalizá-lo com as cores dos heróis da série?

Esta, pelo menos, parece ter sido a ideia da Fiat, mais precisamente da Fiat Chrysler Automobiles (FCA), hoje uma empresa americana, mas controlada pelo que, em tempos, foi o principal construtor italiano. No Salão Automóvel de Los Angeles, a apenas um mês da estreia de “O Despertar da Força”, surpreendeu o público ao apresentar um 500e, com motor eléctrico, decorado como se se tratasse de um Stormtrooper, o militar das forças de Darth Vader, o mau da fita da série.

O trabalho de personalização – excelente, diga-se de passagem – esteve a cargo da Garage Italia Customs, que vestiu o 500 à moda da “First Order Legion”, cujos emblemas até substituíram os da própria Fiat. Tanto por fora como por dentro, o 500 Stormtrooper é um regalo para os fãs dos filmes, que tanto pode ser conseguido solicitando o trabalho ao reputado preparador e decorador transalpino, como apresentado como modelo, para depois ser replicado pelos concorrentes nacionais.

E se o “dark side of the force” não faz o seu género e é mais fã de Jedi ou de Obi-Wan Kenobi, então pode pedir um Fiat 500 vestido como o espectacular robot R2D2, cheio de potencial apesar do seu aspecto básico. Ou do BB8, uma evolução do R2D2 que se estreou no 7.º filme da saga. E se pensa que continua por criar um automóvel com aspecto de Darth Vader, está enganado. Já existe e tem por base um Chevrolet Corvette. E até tem aquela respiração pesada, típica de quem sofre dos adenóides. Assustador. Mas o melhor é ver o vídeo de Jay Leno:

[jwplatform qxoiW7Hj]