O presidente do PS defendeu que há estabilidade política em Portugal e adiantou que as negociações e o debate preparatório sobre a proposta de Orçamento do Estado para 2017 estão a decorrer “muito bem”.

Esta posição foi assumida pelo presidente do PS, Carlos César, que tinha ao seu lado a secretária-geral adjunta socialista, Ana Catarina Mendes, após terem sido recebidos pelo primeiro-ministro, António Costa, em São Bento, numa reunião destinada a preparar a cimeira informal de chefes de Estado e de Governo da União Europeia, em Bratislava, Eslováquia.

Interrogado sobre a pressão europeia em relação à política económica e financeira do Governo, Carlos César começou por defender que há agora indicadores de uma recuperação ao nível do crescimento económico e que a execução orçamental deste ano está “a correr bem em conformidade com as metas traçadas, designadamente no que respeita ao défice”.

“Sabe-se ainda que a estabilidade política, que se relaciona com a estabilidade orçamental, é também um dado garantido, e que as negociações e que o debate que ocorrem nesta fase preparatória do Orçamento do Estado para 2016 estão a decorrer muito bem, afiançando uma vez mais a estabilidade com que nos comprometemos perante o país”, sustentou o presidente e líder parlamentar do PS.