Na semana passada o Twitter anunciou que vai encerrar o Vine, eis que logo de seguida surge um interessado na rede social de vídeos de seis segundos. Corey Price, vice presidente do Pornhub, enviou uma carta ao diretor executivo do Twitter, Jack Dorsey, indicando que poderia ser benéfico “uma injeção de capital da venda do Vine”.

Segundo o The Next Web, Price afirma que “pornografia em seis segundos é mais que suficiente”. Esta afirmação vai de encontro ao que se verifica na rede Tumblr, onde os GIF (imagens animadas) de teor sexual estão entre os mais divulgados, portanto o formato de vídeo curto pode bem ser uma mais-valia para a indústria da pornografia.

A plataforma Vine foi fundada em 2012 e a partir dos vídeos de curta duração revelaram-se vários artistas. Assista a um top de melhores “vines”:

https://www.youtube.com/watch?v=2IhQMtpnW_U