Os 8.000 pontos conquistados com o segundo lugar no Hawaiian Pro, que terminou na sexta-feira em igualdade com o havaiano John John Florence, campeão do mundo, permitiram ao surfista cascalense subir 19 posições, contabilizando 16.010 pontos.

Frederico Morais, que iniciou a primeira etapa do ‘Triple Crown’ no 28.º lugar da hierarquia, somou na final da prova os mesmos 15,66 pontos de John John Florence, mas o campeão do mundo levou a melhor por ter conseguido a onda mais pontuada do ‘heat’.

John John conquistou 8,83 e 6,83, enquanto ‘Kikas’ somou 8,33 e 7,33, tendo o português protagonizado a derradeira onda da final, na qual repetiu 7,33, quando necessitava de 7,34 para vencer. O francês Marc Lacomare (15,50) e o australiano Adrian Buchan (9,60) terminaram na terceira e quarta posições, respetivamente.

‘Kikas’ vai tentar consolidar a posição que dá acesso à primeira divisão do surf mundial na segunda etapa da ‘Triple Crown’ e derradeira prova do circuito, o Vans World Cup, a disputar entre sexta-feira e 06 de dezembro, em Sunset Beach, igualmente no Havai, que atribui também 10.000 pontos ao vencedor e na qual o português já foi finalista em 2013.

PUB • CONTINUE A LER A SEGUIR

A final do Hawaiian Pro foi a quarta de ‘Kikas’ no circuito de qualificação, depois de ter vencido já este ano o Martinique Surf Pro – que tem com uma pontuação inferior, de 3.000 –, e das presenças, em 2013, nas baterias decisivas do havaiano Vans World Cup, disputada a quatro, e do francês Sooruz Lacanau Pro.

Vasco Ribeiro, com o 17.º lugar na prova havaiana, subiu 24 lugares na hierarquia, ocupando atualmente o 70.º posto, com 5.600 pontos.