785kWh poupados com a
i

A opção Dark Mode permite-lhe poupar até 30% de bateria.

Reduza a sua pegada ecológica.
Saiba mais

El Gordo. Primeiro prémio fica em Madrid

Este artigo tem mais de 5 anos

A lotaria de Natal espanhola, conhecida por El Gordo, foi sorteada esta quinta-feira. Mais de dois mil milhões de euros estavam em jogo. O primeiro prémio ficou em Madrid.

i

JUAN CARLOS HIDALGO/EPA

JUAN CARLOS HIDALGO/EPA

A lotaria de Natal espanhola, mais conhecida por El Gordo, foi sorteada esta quinta-feira no Teatro Real de Madrid. Mais de dois mil milhões de euros estavam em jogo. O primeiro prémio ficou em Madrid.

O primeiro grande valor a surgir foi um quarto prémio com o número 59444. Foi para Múrcia, uma das localidades espanholas mais afetadas recentemente por inundações.

No twitter oficial da Lotaria de Natal espanhola os bilhetes premiados foram sendo divulgados ao longo do sorteio:

El Gordo com o número 66513

O primeiro prémio saiu por volta das 12h00 (11h00 em Portugal continental) na zona de Madrid, concretamente no Paseo de la Esperanza (bairro das Acacias). O número 66513 foi o grande vencedor.

PUB • CONTINUE A LER A SEGUIR

Golo de Ramos “sai” na lotaria

Os mais atentos, especialmente se forem adeptos do Real Madrid, certamente se lembrarão do momento em que Sérgio Ramos marcou o golo do empate na final da Liga dos Campeões de 2014 que se disputou no Estádio da Luz. O Atlético de Madrid estava vencer a partida quando Sérgio Ramos marcou aos 92 minutos e 48 segundos, empatando a partida. Depois do prolongamento se manter empatado, o Real levou melhor nas grandes penalidades.

Ora, o jornal espanhol desportivo Marca relembra este momento porque o minuto do jogo em que Ramos empatou a partida saiu na lotaria de Natal espanhola sendo premiado com mil euros. Ou seja, o número 9248 foi um dos premiados do El Gordo. Um número, provavelmente inesquecível para os adeptos do Real e um número para esquecer para os do Atlético.

Veja os números premiados nos respetivos lugares na tabela em baixo.

Assine o Observador a partir de 0,18€/ dia

Não é só para chegar ao fim deste artigo:

  • Leitura sem limites, em qualquer dispositivo
  • Menos publicidade
  • Desconto na Academia Observador
  • Desconto na revista best-of
  • Newsletter exclusiva
  • Conversas com jornalistas exclusivas
  • Oferta de artigos
  • Participação nos comentários

Apoie agora o jornalismo independente

Ver planos

Oferta limitada

Apoio ao cliente | Já é assinante? Faça logout e inicie sessão na conta com a qual tem uma assinatura

Ofereça este artigo a um amigo

Enquanto assinante, tem para partilhar este mês.

A enviar artigo...

Artigo oferecido com sucesso

Ainda tem para partilhar este mês.

O seu amigo vai receber, nos próximos minutos, um e-mail com uma ligação para ler este artigo gratuitamente.

Ofereça artigos por mês ao ser assinante do Observador

Partilhe os seus artigos preferidos com os seus amigos.
Quem recebe só precisa de iniciar a sessão na conta Observador e poderá ler o artigo, mesmo que não seja assinante.

Este artigo foi-lhe oferecido pelo nosso assinante . Assine o Observador hoje, e tenha acesso ilimitado a todo o nosso conteúdo. Veja aqui as suas opções.

Atingiu o limite de artigos que pode oferecer

Já ofereceu artigos este mês.
A partir de 1 de poderá oferecer mais artigos aos seus amigos.

Aconteceu um erro

Por favor tente mais tarde.

Atenção

Para ler este artigo grátis, registe-se gratuitamente no Observador com o mesmo email com o qual recebeu esta oferta.

Caso já tenha uma conta, faça login aqui.

Vivemos tempos interessantes e importantes

Se 1% dos nossos leitores assinasse o Observador, conseguiríamos aumentar ainda mais o nosso investimento no escrutínio dos poderes públicos e na capacidade de explicarmos todas as crises – as nacionais e as internacionais. Hoje como nunca é essencial apoiar o jornalismo independente para estar bem informado. Torne-se assinante a partir de 0,18€/ dia.

Ver planos